Futebol/Campeonato Pernambucano - ( )

Em amistoso, técnico do Náutico é reconhecido na torcida do Sport

Recife (PE)

Pouco mais de 3,5 mil pessoas acompanharam o amistoso entre Sport e Confiança-SE, mas um deles não gritou o gol de Felipe Azevedo, na metade do primeiro tempo. O treinador Lisca, no Náutico, esteve na Ilha do Retiro neste sábado para acompanhar o jogo do rival e tentou passar despercebido no meio da torcida rubro-negra, mas acabou reconhecido e teve que se retirar.

“Era eu mesmo”, confessa o treinador. “Tenho esse costume em todos os centros em que trabalho. E é normal um treinador adversário ir assistir a um jogo. Sou um profissional”, afirma Lisca.

O técnico alvirrubro admite ter usado todos os artifícios para não chamar a atenção dos torcedores do Sport, mas ainda assim teve que sair do estádio antes do final do primeiro tempo.

“Estava tudo tranquilo, apesar de eu estar de óculos, boné e sem camisa”, revela, contando ainda como foi a reação do primeiro torcedor rubro-negro que o reconheceu. “Ele só falou ‘vai embora’. Consegui ver o jogo até os 43 minutos do primeiro tempo. Então, senti que a coisa não estava muito boa para o meu lado e fui saindo. Aí foi um agito geral, mas tudo dentro da tranquilidade. Ninguém veio me agredir, mas tive que me retirar pelo bom senso”, explica Lisca.

O treinador estará de volta à Ilha do Retiro no próximo dia 23, mas desta vez no banco de reservas e não nas arquibancadas, já que o Timbu enfrenta o Sport pela Copa do Nordeste. Antes disso, porém, o Alvirrubro encara o Guarany de Sobral pela mesma competição, três dias antes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade