Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Envolvido em polêmica, Neymar nega ilegalidade no contrato com o Barça

Barcelona (Espanha)

Envolvido na polêmica em relação aos valores de sua transferência do Santos para o Barcelona, em julho de 2013, Neymar falou pela primeira vez sobre o assunto. Nesta quarta-feira, em entrevista ao jornal catalão Sport, o brasileiro assegurou que não há nada de ilegal nos contratos assinados durante a operação.

“Eu sei que estão falando muito sobre o meu contrato. Foi o meu pai que assinou os contratos. Ele é, obviamente, alguém que tem a minha total confiança. Não há nada de ilegal. Em todo caso, se alguém tiver alguma dúvida, pode procurar o meu pai. Da minha parte, estou me concentrando no que devo fazer, que é jogar futebol”, afirmou o camisa 11.

Neymar se transferiu ao Barça em julho do ano passado, após conquistar o tetracampeonato da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira. Na época, os valores não foram divulgados, mas, meses depois, um diretor do clube catalão revelou que o negócio custou 57 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões).

AFP
Contratado por Sandro Rosell em julho do ano passado, Neymar reafirmou a lisura de sua venda ao Barcelona

Há aproximadamente duas semanas, porém, um sócio do Barcelona acusou o presidente Sandro Rosell de desviar 40 milhões de euros (cerca de R$ 130 milhões, na cotação atual) durante a transação. Assim, os valores divulgados seriam “fictícios”, algo que já foi contestado pela agremiação catalã.

Um juiz do Tribunal Nacional, que, em dezembro, pediu uma série de explicações ao clube de Camp Nou, deve decidir sobre a queixa apresentada nos próximos dias. Em um parecer emitido na semana passada, a promotoria considerou que havia, sim, a necessidade de investigar as condições de transferência de Neymar do Santos para o time espanhol.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade