Futebol - ( - Atualizado )

Fagner admite arrependimento por saída e agradece por volta ao Timão

Marcos Guedes São Paulo (SP)

“Está oficialmente apresentado”, afirmou, sucintamente, o diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes. Assim, sete anos depois de deixar o clube do Parque São Jorge de maneira conturbada, Fagner voltou a vestir preto e branco e admitiu o arrependimento pelo adeus prematuro.

“É uma felicidade enorme voltar ao clube que me abriu as portas, que me ensinou a ser atleta. Vou poder, enfim, continuar uma história que ficou aberta”, afirmou o lateral. “Eu era muito novo, não conhecia bem como era o futebol. Em certos momentos, eu me arrependi bastante, mas Deus é muito bom e está me dando a oportunidade de continuar a história interrompida.”

Fagner apareceu bem no Campeonato Brasileiro de 2006, com 17 anos, mas seu contrato se encerrava em fevereiro de 2007. Não houve acordo para a renovação, e o garoto se mandou para o PSV Eindhoven. Rodou até voltar ao Corinthians, emprestado por um ano pelo alemão Wolfsburg.

Divulgação/Agência Corinthians
Fagner veste a camisa do Corinthians e reinicia oficialmente sua história no clube (foto: Daniel Augusto Jr.)
“A gente sabe que o futebol é muito dinâmico. É fácil falar que gostaria de ter estado aqui só nos momentos bons. Eu me arrependi muito, principalmente em 2008, quando voltei do PSV e fiquei três meses parado. Mas, como falei, as coisas são dinâmicas e Deus colocou as pessoas certas na minha vida”, comentou.

Agora, aos 24 anos, Fagner é jogador do Corinthians mais uma vez. E ele promete trabalhar para atingir o potencial que mostrava ainda como adolescente. “Volto mais maduro. Conheci culturas diferentes, treinadores diferentes, e isso faz você evoluir. Mas não pode ficar parado no tempo, tem que evoluir sempre.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade