Futebol/Copa do Mundo - ( )

Fifa evita restrição no Maracanã até três semanas antes da Copa

Rio de Janeiro (RJ)

Os clubes cariocas que pretendem utilizar o Maracanã ao longo da temporada 2014 ganharam uma boa notícia nesta quinta-feira, quando uma comitiva de 60 pessoas visitou o local. Após muita discussão sobre a utilização do estádio no período que antecederá a Copa do Mundo, a Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) chegaram a um acordo de que não haverá restrição de jogos até três semanas antes do início do Mundial, no dia 13 de junho.

A intenção da entidade máxima do futebol, anteriormente, era de restringir o número de jogos já no primeiro semestre do ano, com apenas quatro partidas por mês, o que prejudicaria o calendário das equipes cariocas. Nesta quinta-feira, porém, em entrevista coletiva, o chefe de operações da Fifa, Chris Unger, explicou que os confrontos poderão ser realizados normalmente.

“Existe um diálogo contínuo com a CBF. Não podemos interferir porque não somos donos do estádio. Estaremos aqui por um período de tempo. O estádio se torna nosso, entre aspas, três semanas antes do Mundial. A CBF e os clubes locais têm autoridade e temos que respeitar”, destacou o representante da entidade máxima do futebol mundial.

Com a primeira partida no Maracanã marcada para o dia 15 de junho, um duelo entre Argentina e Bósnia, a Fifa pretende ‘fechar’ o estádio para os clubes brasileiros em meados de maio. De acordo com a entidade, o objetivo é passar a ter responsabilidade sobre o estádio com três semanas de antecedência, para que o trabalho seja realizado.

“Monitoramos de forma bem detalhada a atividade que acontece no campo. Temos um time de especialistas em gramados. Eles trabalham em conjunto com a equipe de manutenção e existe uma recomendação em relação à agenda de jogos. Três semanas antes do primeiro jogo em cada estádio não teremos mais jogos. Nesse período começa a preparação final do estádio para a competição”, completou Chirs Unger.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade