Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Geninho deixa Sport após quatro jogos e nenhuma vitória em 2014

Recife (PE)

Depois de amargar mais um resultado negativo na noite desta quarta-feira, diante do Guarany de Sobral, por 1 a 0, pela quarta rodada da Copa do Nordeste, o treinador Geninho não suportou a pressão e deixou o cargo no Sport. Na tarde desta quinta, o comandante entrou em acordo com a diretoria do Leão da Ilha, que ainda não anunciou o substituto do técnico.

Em sua terceira passagem pelo Sport, Geninho chegou ao clube pernambucano no segundo semestre de 2013, quando o Leão da Ilha ocupava apenas a oitava colocação na Série B do Campeonato Brasileiro. Desta forma, o treinador foi fundamental para que o time rubro-negro conquistasse o acesso à elite do futebol brasileiro nas rodadas finais.

O cenário de 2014, no entanto, é bem diferente para o treinador. O Sport iniciou a disputa da Copa do Nordeste em um grupo com Botafogo-PB, Guarany de Sobral e o rival Náutico. A campanha até o momento é péssima. Após quatro jogos, o Leão da Ilha soma duas vitórias e dois empates, amargando uma iminente eliminação já na primeira fase.

"Foi uma conversa boa para ambas as partes. O Geninho é um grande treinador e nós respeitamos muito ele. Mas o clima ficou pesado com os últimos resultados e vimos que era a hora de mudar", explicou o vice-presidente de futebol Sérgio Kano, confirmando o término da terceira passagem de Geninho, que agora soma 55 jogos, com 25 vitórias, 14 empates e 16 derrotas pelo Sport.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade