Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Goleada santista sobre Corinthians vira alerta para Verdão no Choque-Rei

William Correia São Paulo (SP)

O Palmeiras é o único time com 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista, mas encontrou no último clássico do torneio um argumento para negar qualquer favoritismo no jogo de domingo, contra o São Paulo, no Pacaembu. Na quarta-feira, o Corinthians era considerado superior ao Santos e saiu da Vila Belmiro goleado por 5 a 1.

“Não é discurso preparado, clássico não tem favorito, as porcentagens de vitória se dividem. Vimos Santos x Corinthians, ninguém fez prognostico de uma vitória tão elástica”, orientou o capitão Fernando Prass, iniciando o discurso de cautela do elenco.

“O Corinthians também estava um passo à frente do Santos e tomou cinco. No clássico não adianta nada falar que está em vantagem. Ganha clássico quem comete menos erros”, apontou Valdivia, que só enfrentou o São Paulo entre os rivais regionais do ano passado, mas conhece a pressão.

“É uma grande responsabilidade. Vamos jogar aqui no Pacaembu de novo e clássico você tem que ganhar de qualquer jeito. Já estamos pensando no São Paulo e vai ser um jogo duro e difícil, sem favorito”, prosseguiu o meia.

O elenco sabe que sua campanha merece elogios, ao mesmo tempo que está ciente do peso do resultado no Choque-Rei. “Não podemos encarar o clássico como um teste. Vencer bem não significa que estamos bem e perder não é o fim do mundo. Mas sabemos a repercussão que tem”, admitiu Fernando Prass.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Fernando Prass espera que os colegas não se iludam com o fato de o time ser o único 100% no Paulista
“Queremos manter a boa fase e vamos trabalhar para manter esse retrospecto. Esses 12 pontos são importantes, nos trazem confiança e credibilidade, mas é o momento de pés no chão, olhar o que estamos errando e tentar consertar para continuar evoluindo”, ensinou Alan Kardec.

Do banco, Gilson Kleina só se preocupa com uma possível supervalorização do adversário. “Nós nos preparamos para iniciar bem o ano e agora vamos nos preparar mais ainda para enfrentar o São Paulo, que vem de três vitórias em casa. Mas não vamos criar um monstro maior. Respeitaremos o adversário, que tem muita qualidade, mas temos que nos impor em casa. O Palmeiras vive um momento especial e vamos fazer de tudo para termos uma excelente equipe no domingo”, disse o técnico.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade