Futebol/Campeonato Gaúcho - ( )

Goleiro Follmann espera pressão no duelo contra o Brasil em Pelotas

Pelotas (RS)

Enfrentar o Brasil, em Pelotas, é sempre uma das tarefas mais complicadas no cenário do Campeonato Gaúcho. É exatamente esta a missão do time sub-23 na noite desta quarta-feira: segurar a pressão do Xavante e sua fanática torcida no Bento Freitas e sair de lá com uma vitória. Tarefa que não será fácil, afinal, o Brasil venceu os dois jogos que disputou até agora no Gauchão.

Goleiro e capitão do time B gremista, o goleiro Follmann se mostra ciente dos problemas que a equipe deverá enfrentar. “Lá é sempre muito difícil de jogar, o Brasil empurra os adversários com um início muito forte. Lembro que sofremos uma pressão enorme, mas conseguimos um bom resultado. É preciso atenção e tranquilidade. Certamente o estádio estará lotado”, prevê o goleiro, lembrando da oportunidade em que defendeu o Juventude em uma vitória sobre o time pelotense, pela Série D do Campeonato Brasileiro, em 2012.

Ainda assim, o jogo desta quarta-feira pode, segundo Follmann, servir como uma ótima experiência para o jovem time gremista, que ganhou um jogo neste Gauchão e perdeu o outro. “É um belo desafio para uma equipe jovem como a nossa. Temos condições de fazer um jogo bom, com segurança para defender e velocidade na hora de atacar”, avalia o goleiro de 21 anos.

A rodada desta quarta do Gauchão terá, além de Brasil x Grêmio, outros seis jogos. Destaque para Internacional x São Paulo-RS, em Novo Hamburgo, às 19h30; e o Clássico da Polenta, entre Esportivo x Caxias, às 20h30. O jogo do Bento Freitas terá início às 22h.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade