Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Grêmio negocia venda de metade dos direitos econômicos de Bressan

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O zagueiro Bressan deve ter 50% dos seus direitos econômicos vendidos pelo Grêmio a um grupo de investidores. O Tricolor Gaúcho, dono de 70% do passe do jogador, adotou a medida como uma forma de fazer caixa. Bressan ainda não tem propostas para deixar a Arena, e todos os seus direitos federativos seguem pertencendo ao Grêmio.

Bressan, que completará 21 anos no próximo dia 15, é um dos jogadores considerados com maior poder de venda dentro do elenco do Grêmio. Jovem, fez um bom ano de 2013 (parte dele como titular) após chegar vindo do Juventude. Ainda por cima, como tem cidadania italiana, é considerado jogador comunitário na Europa, não ocupando vaga de estrangeiro.

A venda da metade dos direitos federativos de Bressan ainda não foi concretizada, mas deve ocorrer até o final da semana. Além dos 70% pertencentes ao Grêmio, 20% são do próprio jogador e seu empresário e outros 10% de um grupo de investidores. O lateral Alex Telles, que veio do Juventude na mesma leva que Bressan, foi vendido recentemente por 7 milhões de euros ao Galatasaray, da Turquia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade