Futebol/Futebol Internacional - ( - Atualizado )

Ídolo em campo, Raúl pode voltar ao Real Madrid para ser dirigente

Madrid (Espanha)

Segundo o jornal espanhol El Confidencial, Raúl González, ídolo do Real Madrid, pode estar voltando ao clube. Mas desta vez o atacante de 37 anos não entraria em campo: o convite feito pelo presidente do clube, Florentino Pérez, seria para contar com o jogador na comissão diretiva do clube.

O jogador assinaria contrato para assumir cargo na direção do Real a partir da próxima tempodada. As conversas começaram quando o Al-Sadd, atual time de Raúl, disputou o Troféu Santiago Bernabéu, torneio amistoso de pré-temporada organizado pelo Real.

O atacante provavelmente é o maior jogador da história do time de Madrid. Nem Di Stéfano, nem Puskás, muito menos Cristiano Ronaldo conseguiu alcançar seu patamar. Com 741 jogos com a camisa do Real, o ídolo marcou 323 gols. Assim, é recordista de jogos e maior goleador da história merengue.

Raúl saiu do Real Madrid em julho de 2010, quando acertou transferência para o Schalke 04, clube no qual atuou por duas temporadas. Em agosto de 2012, o espanhol acertou com o Al-Sadd, do Catar, seu atual clube.

Além dos excepcionais números pelo Real, o espanhol ainda é recordista de gols na Liga dos Campeões da Europa, tendo marcado 94 gols em 142 jogos disputados pela principal competição do continente.

AFP
Raúl prestou serviços ao Real Madrid durante 18 temporadas seguidas, sendo duas nas categorias de base

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade