Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Wellington exalta "incrível" Lúcio, mas avisa: "Preciso cobrar"

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET Atibaia (SP)

Emprestado pelo Palmeiras ao Atlético Sorocaba e ASA na última temporada, o zagueiro Wellington retornou ao clube alviverde neste ano e, na última quinta-feira, foi escalado entre os titulares na vitória por 1 a 0 sobre o Penapolense, no Pacaembu. Escolhido pelo treinador Gilson Kleina para substituir Henrique (vendido ao Napoli), o jovem atleta, de 22 anos, destacou bom relacionamento com seu novo companheiro no setor defensivo, Lúcio, e mostrou não temer cobrar o ex-capitão da Seleção Brasileira.

“O próprio Lúcio tem falado para eu ficar tranquilo, deu liberdade para fazer as cobranças necessárias. Ele disse que o importante é não sofrer gols lá atrás”, afirmou o zagueiro. “Não é nem bronca. Precisamos da cobrança dentro de campo, senão acabamos não conquistando nada. Se eu não falar com ele e sofrermos gols, a bomba sobra para o grupo inteiro”, completou.

Criado nas categorias de base do Palmeiras, Wellington disputou apenas sete partidas desde que chegou ao profissional, em janeiro de 2010. Lúcio, por sua vez, se consolidou como um dos mais importantes zagueiros da história recente da Seleção Brasileira, disputando três edições consecutivas de Copa do Mundo (2002, 2006 e 2010) como titular. Na primeira delas, inclusive, o defensor foi campeão.

Aos 35 anos, Lúcio acumula outros grandes triunfos em sua carreira. Pelo Brasil, o zagueiro ainda conquistou o bicampeonato da Copa das Confederações (2005 e 2009). Já em sua trajetória por clubes, o defensor atuou por Internacional, Bayer Leverkusen (Alemanha), Bayern de Munique (Alemanha), Internazionale (Itália), Juventus (Itália) e São Paulo. Ao todo, são 16 títulos por equipes, com destaque Liga dos Campeões da Europa e Mundial de Clubes.

“O cara é campeão do mundo, tem um caráter incrível e é um grande atleta. Além dele me dar diversas dicas, é sempre bom atuar ao lado de um jogador com essa experiência”, encerrou Wellington, que deve ser mantido no time titular para o confronto com São Paulo, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Pacaembu, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Substituto de Henrique, Wellington não conteve elogios ao ex-capitão da Seleção Brasileira

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade