Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Jayme reclama das vaias da torcida aos garotos do Flamengo

Volta Redonda (RJ)

A vitória por 1 a 0 sobre o Volta Redonda não deixou o técnico Jayme de Almeida totalmente satisfeito. Apesar de elogiar o triunfo, na noite desta quarta-feira, o treinador lamentou pelas críticas da torcida rubro-negra ao garoto Digão.

“Há uma certa impaciência. Houve isso com o Mattheus no domingo, e hoje (quarta-feira) com o Digão. A torcida do Flamengo não ganha nada com isso, eles são garotos da base e estão começando a carreira no futebol. São lances pontuais, ninguém erra porque quer. Vaiar não acrescenta nada. No ano passado, quando precisamos dela, a torcida ajudou muito”, afirmou.

Para proteger os garotos criticados, o treinador ainda citou o exemplo de Welinton no clube, depois de o atleta ter marcado os gols das vitórias nas duas rodadas do Campeonato Carioca.

“Ele está jogando bem, realmente fazendo a diferença, porque marcou dois gols. Ele já foi vaiado, sofreu muito, saiu e voltou. Ele se recuperou, porque foi criado no Flamengo. As oportunidades vão aparecendo e, se o jogador está bem, consegue aproveitar”, acrescentou o técnico, citando o empréstimo do atleta ao Alania, da Rússia, no ano passado.

Jayme de Almeida ainda alertou para a dificuldade de encarar o Volta Redonda. “É sempre difícil, um time forte fisicamente e muito rápido, mas os meninos, mais uma vez, responderam, com muita determinação e muita garra. Fico feliz por ter apostado nesses meninos e eles darem conta do recado”, completou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade