Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Juventus reina em premiação e Pirlo pede Totti na Azzurra

Milão (Itália)

Na noite dos Óscares do Futebol Italiano, em Milão, uma equipe se sobressaiu: a Juventus. A Velha Senhora conquistou os prêmios de melhor time, treinador, jogador, além de contar com quatro atletas na seleção de 2013. Durante a cerimônia de gala, o meia alvinegro Andrea Pirlo, após receber sua condecoração, fez um apelo ao técnico da seleção azzurra, Cesare Prandelli: a convocação de Francesco Totti.

“É importante receber este prêmio, principalmente porque fui eleito pelos meus colegas de profissão. Espero continuar jogando a este nível o máximo de tempo possível e confirmo que fico no Juventus”, discorreu o melhor jogador da temporada na Itália, que questionou Prandelli na sequência: “Os grandes campeões, como Totti, são bem-vindos na seleção”.

Eleito o melhor técnico da Itália, o comandante alvinegro Antonio Conte subiu ao palco e rasgou elogios à Velha Senhora: “O Juve é a minha casa, e em casa eu me sinto bem. Me sinto amado. Por isso quero continuar”, sintetizou o treinador.

A seleção da elite italiana teve espaços para surpresas: o goleiro Handanovic, da Inter de Milão, superou o veterano Buffon e conquistou vaga entre os onze titulares. Por sua vez, Pogba, concebido como a grande revelação da Juventus, não esteve presente, perdendo espaço para Borja Valero, meia da Fiorentina.

Confira os escolhidos para a seleção da Série A italiana em 2013:

Goleiro: Handanovic (Inter de Milão)
Laterais: De Sciglio (Milan) e Maggio (Napoli)
Zagueiros: Barzagli (Juventus) e Chiellini (Juventus)
Meias: Pirlo (Juventus), Vidal (Juventus) e Borja Valero (Fiorentina)
Atacantes: Balotelli (Milan), Cavani (Napoli) e Di Natale (Udinese)
Técnico: Antonio Conte (Juventus)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade