Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Lúcio Surubim tenta esclarecer relação do Náutico com empresário

Recife (PE)

O Náutico está muito próximo de confirmar a chegada de seis reforços para 2014. O que poderia causar empolgação entre os torcedores, porém, passou a ser alvo de desconfiança e obrigou o gerente de futebol Lúcio Surubim a se pronunciar. Isso porque todos os jogadores deste pacote de contratações estão vinculados apenas ao empresário Jorge Machado, que representa nomes como Tite, Vanderlei Luxemburgo e Rafael Sobis ao lado do sócio Gilmar Veloz.

“O Náutico não vai pagar comissão a empresário nenhum. Isso é uma praxe no futebol brasileiro, mas não podemos arcar com este costume aqui. Até porque não são valores nada modestos para o clube. Conheço o Jorge Machado desde 2001 e sei que é um profissional de caráter”, garantiu o dirigente, segundo o Superesportes.

Até o momento, apenas metade do pacote teve o nome revelado pela diretoria alvirrubra: o lateral Alisson e os zagueiros Léo Kanu e Romário. Enquanto o outro trio não é anunciado, Surubim afirma apenas que as negociações não beneficiam Jorge Machado e ainda garante que o Náutico não ficará refém dos representantes dos atletas.

“Machado entendeu que o Náutico é uma vitrine excelente para seus atletas e que pode colher frutos com esse acordo mais tarde em uma negociação futura. Alguns jogadores assinaram por seis meses e outros por um ano. Ninguém vai deixar o clube antes do fim do compromisso, a não ser que pague a rescisão”, sentenciou o gerente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade