Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Mano diz que "faltou tudo" em jogo "inadmissível" do Corinthians

Marcos Guedes Santos (SP)

“Faltou tudo” foi a primeira frase de Mano Menezes na entrevista concedida após a goleada sofrida pelo Corinthians na Vila Belmiro. O técnico não pôde fugir do óbvio ao analisar a vitória por 5 a 1 do Santos, resultado e atuação que renderam muitas críticas dos torcedores visitantes que foram ao estádio.

“Quando você perde de 5 a 1 um clássico como esse, é porque o adversário fez quase tudo bem e a gente fez quase tudo mal. Foi muito ruim, abaixo, inadmissível para uma equipe do porte da nossa, com a capacidade que temos. Mas aconteceu. Vamos reunir as nossas forças, fazer as nossas análises internas e tomar as atitudes que precisamos tomar”, afirmou.

De acordo com o gaúcho, não se pode reagir à goleada como se reagiu à derrota para o São Bernardo, no último final de semana. “Perder como perdemos no sábado, a gente não gosta, mas é aceitável. Perder de 5 a 1 como perdemos aqui não é aceitável. É inadmissível”, repetiu.

Apesar de evitar uma análise mais detalhista, Mano apresentou alguns argumentos que ajudam, segundo ele, a explicar o que aconteceu. Um deles foi o fato de o Santos não ter começado o Campeonato Paulista com força máxima. Outro foi a má arbitragem de Paulo Cesar de Oliveira.

Por fim, o técnico do Corinthians elogiou a atuação do santista Arouca e lamentou as oportunidades perdidas pelos visitantes no litoral. “O placar foi dilatado porque estivemos três vezes na cara do gol e não fizemos. O Santos, em todas as vezes em que esteve lá, fez.”

Fernando Dantas/Gazeta Press
Para Mano, Corinthians foi massacrado na Vila Belmiro porque "fez quase tudo mal"

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade