Futebol/Campeonato Carioca - ( )

Mesmo sem vencer, Renato aprova evolução do Flu e culpa parte física

Rio de Janeiro (RJ)

Sem conseguir vencer nas duas primeiras rodadas do Campeonato Carioca, com uma derrota para o Madureira e um empate com o Bonsucesso, o Fluminense esteve longe de agradar o seu torcedor nesta quarta-feira, deixando o gramado do Maracanã sob vaias. O treinador Renato Gaúcho, no entanto, ainda não mostrou preocupação com o desempenho de sua equipe preferiu ver os pontos positivos em mais um tropeço.

“O que me deixou feliz foi que a equipe evoluiu bastante desde o primeiro jogo e eles fizeram tudo o que combinamos. Tenho certeza que, com a sequência de jogos, a equipe vai ser outra na quinta ou na quarta rodada. Até lá, nós temos que buscar os resultados de qualquer jeito para ficar junto com o restante das equipes. Depois tenho certeza que a equipe vai deslanchar”, avaliou Renato Gaúcho.

Nesta quarta-feira, o Fluminense vencia a partida por 1 a 0, mas permitiu um contra-ataque letal do Bonsucesso, que conseguiu igualar o marcador e garantiu o ponto no Maracanã. O resultado, porém, não é motivo de preocupação para o treinador das Laranjeiras, que já até escolheu o culpado para esta sequência negativa de início: a falta de ritmo de jogo.

Nelson Perez/Fluminense FC
Renato Gaúcho não mostrou preocupação após o segundo tropeço do Fluminense pelo Campeonato Carioca
Renato Gaúcho acredita que criticar a equipe nesse momento seria precipitado. O treinador afirmou que já era esperado encontrar essas dificuldades no início, justamente pela diferença de condição física entre os times grandes e aqueles que iniciaram a pré-temporada mais cedo. A previsão do comandante é ver o Fluminense decolar apenas após mais dois jogos pelo menos.

“Mesmo que eu tivesse repetido a equipe, o entrosamento não seria ideal na segunda rodada, imagina trocando cinco ou seis jogadores. Qualquer critica da minha parte é antecipar uma coisa que todo mundo sabia que vai acontecer. Nenhuma equipe vai jogar bonito. Você enfrenta equipes fechadas, que estão treinando há dois meses, fica difícil, por isso o campeonato se torna diferente na quarta ou na quinta rodada”, concluiu Renato Gaúcho.

Sem ter a preocupação de uma competição simultânea neste início, como Botafogo e Flamengo que disputam a Libertadores, o Fluminense busca sua primeira vitória no próximo domingo, desta vez longe de casa. Neste domingo, às 17 horas (de Brasília), o Tricolor das Laranjeiras encara o Nova Iguaçu no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade