Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Muricy releva erros da defesa, mas não se empolga com o São Paulo

Helder Júnior São Paulo (SP)

O técnico Muricy Ramalho abriu um sorriso irônico quando ouviu uma pergunta sobre os erros defensivos do São Paulo na goleada por 6 a 3 sobre o Rio Claro, na quarta-feira, no Morumbi. “O duro é fazer seis gols, cara! É a coisa mais difícil do mundo!”, rebateu. Até mesmo o comandante, contudo, tem evitado demonstrar entusiasmo com o início de temporada de sua equipe.

“Jogamos bem, fizemos os seis gols, mas ainda continuamos muito longe de ser um time de futebol. Apesar de termos melhorado, falta um pouco de consistência. Ganhar do Rio Claro desse jeito, jogando em casa, com um esquema voltado ao ataque, é obrigado nossa. Fiquei contente, mas não empolgado”, diferenciou.

Muricy tem no sistema defensivo do São Paulo um bom motivo para a sua desconfiança. Os gols do Rio Claro (e outros sustos) surgiram em função de erros do time do Morumbi. O primeiro foi marcado pelo lateral esquerdo uruguaio Álvaro Pereira, contra. O último começou com falha de saída de jogo do goleiro Rogério Ceni e terminou com furada do volante Wellington.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Muricy Ramalho aprovou o desempenho do ataque e culpou o relaxamento pelas falhas da defesa
“Isso é relaxamento de um time que fez seis gols. Com certeza, se fosse um jogo mais duro, os caras não relaxavam assim. Nos três gols que tomamos, a bola estava nos nossos pés. Houve relaxamento. Não pode acontecer, mas é algo natural”, relevou Muricy, permitindo-se até um pouco de empolgação. “Mas o mais gostoso mesmo é fazer seis gols.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade