Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Na folga dos titulares, Prass treina para "não perder tempo" em casa

William Correia São Paulo (SP)

Quem atuou por 45 minutos contra o Atlético Sorocaba teve a segunda-feira de folga nesta segunda-feira, mas Fernando Prass abriu mão de descanso. O goleiro fez questão de ir a campo e trabalhar normalmente com os colegas de posição, preocupado em não perder tempo de preparação após a curta pré-temporada no Palmeiras.

“Todo tempo que tiver, tem que aproveitar, principalmente nesse começo de temporada. Eu estava me sentindo bem e resolvi fazer um trabalho no campo porque, para mim, é um ganho maior do que se estivesse descansando em casa”, afirmou o jogador de 35 anos.

Em um elenco que conta com Valdivia, atleta poupado até dos treinos para não ser desfalque tão frequente nas partidas, Prass é conhecido por seu ímpeto nos treinamentos. Dificilmente abre mão de, pelo menos, realizar treinos físicos. Mas avisa que “não é louco”

“Goleiro é muito particular, muito diferente. Tem dias que você sai do jogo se sentindo cansado e não é maluco, vai descansar. Mas só começamos a trabalhar com bola há 20 dias. É muito pouco”, comentou o veterano.

Além de Prass, o único jogador mais velho do que ele também apareceu na Academia de Futebol. Lúcio, que nasceu dois meses antes do goleiro, foi ao centro de treinamento trabalhar fisicamente para estar bem condicionado e fazer seu terceiro jogo pelo clube na quinta-feira, contra o Penapolense.

Além dos outros titulares, a ausência nesta segunda-feira foi França. O recém-contratado volante teve problemas particulares e não participou do jogo-treino, mas deve se apresentar nos próximos dias.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Goleiro de 35 anos abriu mão do descanso para diminuir os prejuízos da curta pré-temporada

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade