Futebol/Copa do Nordeste - ( - Atualizado )

Náutico vence Sport na Ilha do Retiro e quebra tabu de dez anos

Recife (PE)

O Náutico se saiu melhor no clássico da noite desta quinta-feira e quebrou um tabu de dez anos. Mesmo jogando na Ilha do Retiro, o Timbu derrotou o Sport por 1 a 0 e chegou aos quatro pontos no grupo D da Copa do Nordeste, dividindo a liderança com o Guarany-CE, que tem a mesma pontuação depois da vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo-PB, também nesta quinta.

Zé Mário marcou o gol que garantiu o resultado positivo ao Náutico, que não vencia o Sport na Ilha do Retiro desde 2004. Na próxima rodada, o Timbu enfrentará o Botafogo, no domingo, enquanto o Sport buscará a reação diante do time de Sobral, no mesmo dia, na Ilha do Retiro.

O jogo - Mesmo fora de casa, o Náutico ameaçou primeiro na partida, logo aos dois minutos, quando Rodrigo Possebon recebeu cruzamento de Elicarlos e mandou de cabeça, obrigando o goleiro Magrão a fazer a defesa. Na tentativa do Sport em dar uma resposta, Neto Baiano foi flagrado em impedimento quando saiu na frente do goleiro Gideão.

Depois do ímpeto do Timbu nos minutos iniciais, o Sport equilibrou o jogo em sua casa e aumentou sua presença na frente, arriscando em batida da entrada da área de Neto Baiano, que errou o alvo. Aos 28, quando o Rubro-negro já era melhor, Naldinho caiu na área, e a torcida pediu pênalti, mas o árbitro considerou a jogada normal.

Aos 39 minutos, o Náutico marcou o gol. João Ananias fez a assistência para Zé Mário finalizar para as redes, na saída do goleiro Magrão. No intervalo, o técnico Geninho colocou Ananias na vaga de Rithely, no Sport.

Entretanto, o Náutico tentou pressionar os donos da casa, em chute de longe de Possebon, defendido pelo goleiro. Já aos 20, Patric desperdiçou boa oportunidade para igualar o placar na Ilha do Retiro. Em seguida, as duas equipes passaram por mudanças: Rodrigo Possebon cedeu vaga a Pedro Carmona no Timbu, enquanto Marcelo Cordeiro foi substituído por Igor nos donos da casa.

Pouco depois de ter entrado, Carmona bateu falta para a área, e Hugo desperdiçou a oportunidade. A partir daí, o Sport tomou a iniciativa para pressionar os visitantes, mas não conseguiu evitar a derrota em casa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade