Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ney Franco promete apurar briga de jogadores no Vitória

Salvador (BA)

A briga entre o goleiro Gustavo e o meia Arthur Maia ainda está inexplicada. Ambos trocaram socos e pontapés durante a reapresentação do Vitória, na segunda-feira, na Toca do Leão, gerando um desconforto para o técnico Ney Franco, que prometeu investigar o motivo.

“Ninguém me passou nada até agora, até porque desliguei meu celular. Tenho que estudar o que aconteceu. Se foi grave, será a primeira vez desde que cheguei aqui. Nunca tivemos nenhum problema disciplinar no meu trabalho”, garantiu o treinador para a Rede Bahia.

Diretor de futebol do clube baiano, Raimundo Queiroz também desconversou. “Não estava lá, não sei o que aconteceu, mas foi coisa de jogadores. Me falaram que foi uma discussão boba, mas já está tudo tranquilo, não foi nada de mais”, afirmou ao iBahia.

Na segunda, Gustavo partiu para cima de Arthur Maia e deu dois socos, fazendo o meia se defender com um pontapé. Depois, os dois voltaram a treinar normalmente. Uma atividade técnica está marcada para a tarde desta terça, no Estádio de Pituaçu.

Vice-líder do Grupo A da Copa do Nordeste, com quatro pontos, o Leão da Barra voltará a campo nesta quarta, às 19 horas (de Brasília), para enfrentar o Sergipe, pela quarta rodada da competição regional. O jogo será no próprio Estádio de Pituaçu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade