Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Nobre admite decepção por Henrique tentar sair na Justiça e de graça

São Paulo (SP)

Paulo Nobre anunciou oficialmente a venda de Henrique para o Napoli, que já até posou com a camisa do novo time ao lado do presidente do clube italiano. O mandatário do Palmeiras, contudo, não esconde a frustração que teve com seu ex-capitão. A ação movida por Henrique e seus representantes na Justiça contra o Verdão chatearam o dirigente.

“O meu capitão discute o parcelamento de uma dívida que o clube tinha com ele, conversa diretamente com o presidente e no meio desta conversa notifica judicialmente o clube em um ato preparatório para deixá-lo de graça. É claro que isso é decepcionante”, comentou Nobre.

O presidente esclareceu os números da dívida na negociação de Henrique. O Palmeiras tinha uma dívida de R$ 5 milhões com André Cury, empresário que trouxe Henrique ao Verdão em 2011, e R$ 1,8 milhão prometidos ao próprio jogador na negociação. Além disso, seu antecessor, Arnaldo Tirone, ainda ficou devendo dois meses de direito de imagem (maior parte do salário) em 2012, quando o time foi rebaixado no Brasileiro.

“O discurso quando ele veio era de que estava vindo de graça, só que a gente arcou com dívidas. O problema é quando se tem essa atitude, não pagam o jogador e o agente e empurram isso para gestões futuras”, reclamou o dirigente, triste pela atitude do atleta em meio à tentativa de pagamento de dívidas com todos no clube.

O presidente, contudo, tentou se mostrar um homem de mercado para minimizar seus sentimentos. “Eu ficar chateado ou não é quase uma coisa irrelevante, tenho que pensar na instituição em primeiro lugar. Estamos no meio do futebol, são coisas que acontecem e temos que tratar com naturalidade”, declarou.

“O Henrique tem quase 30 anos, já esteve na Europa, pintou uma nova oportunidade e o dinheiro vem em boa hora. Temos que acertar as dívidas e tanto o agente como o jogador tinham créditos. Parte desse dinheiro será usado para isso”, avisou. “Foi uma negociação interessante para o clube e o jogador”, reforçou.

Reprodução/Twitter
Zagueiro mostra camisa do Napoli ao lado de seu agente e do presidente do clube após assinar contrato até 2018

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade