Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Oswaldo ‘cutuca’ torcida santista e enaltece adversário

Do correspondente Diego Diegues Santos (SP)

Após o empate por 1 a 1 diante do Audax, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista, o treinador Oswaldo de Oliveira elogiou a equipe comandada por Fernando Diniz, seu pupilo no início da carreira como técnico. O comandante alvinegro enalteceu o trabalho do adversário, mas também lamentou os desfalques do Santos.

“Por todas as circunstâncias, o resultado foi bom. O Audax criou oportunidades para aumentar o placar ainda no primeiro tempo. Temos de dar méritos ao adversário, que foi ousado e é bem treinado”, elogiou Oswaldo de Oliveira

Sobre o jogo em si, o treinador santista apontou a vontade e a garra dos jogadores alvinegros por lutarem até o fim, em busca do resultado positivo. “Enalteço a garra, perseverança do nosso time, que foi um passo importante no nosso trabalho, porque nem sempre as coisas vão ser como a gente quer. Superação tem que sair de dentro, como foi hoje - afirmou.

Oswaldo de Oliveira também alfinetou a torcida santista, que vaiou o time e alguns jogadores ao longo da partida, e após o apito final do árbitro. “Não eram mais de dois torcedores que nos vaiaram. É inadmissível você ver uma torcida vaiando um jogador que veste a camisa do clube pela primeira vez no Pacaembu. Agora, torcida de verdade é aquela que me arrepiou, que foi importantíssima, nos apoiando o tempo todo e até aumentou o volume na hora do gol do time adversário”, completou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade