Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Oswaldo destaca importância de Cícero: “Não vejo o time sem ele”

Do correspondente Diego Diegues Santos (SP)

Quando Oswaldo de Oliveira foi anunciado como novo treinador do Santos, a torcida santista esperava que junto com o comandante chegassem mais reforços e contratações de peso. Porém o que se viu em 2014 até o momento foram desfalques, principais jogadores indo embora e a incerteza sobre a estreia de Leandro Damião com a camisa do Peixe.

Após perder Montillo para o futebol chinês e contar com poucas peças de reposição, Oswaldo de Oliveira falou sobre a situação de Cícero, que pode ser mais um meio-campista a deixar o Santos. “A Direção tem feito um esforço grande para manter o Cícero. Ele não quer sair e além do mais, eu não vejo o time sem ele, pela ideia que planejo para este ano. Cícero foi um grande jogador no ano passado e é parte importante desse processo”, afirmou.

Oswaldo lamentou os baixos valores envolvidos para a contratação de Cícero. Para tirar o número oito do Santos é necessário pagar a rescisão de seu contrato, onde há uma cláusula de que meia pode ser vendido até dezembro por R$ 10 milhões. “O assédio é inoportuno e desleal. Hoje, não tem a possibilidade do clube se relacionar com o jogador e resolver. As cláusulas levam a esse tipo de situação”, disse Oswaldo.

Emprestado até dezembro pela Tombense, de Minas Gerais, Cícero já teve o seu salário reajustado no meio do ano passado, em virtude de algumas propostas de equipes da Europa. Na última temporada, o meia foi um dos destaques da equipe santista, marcando 24 gols em 68 jogos.

Divulgação/Santos FC
Artilheiro do Santos no Campeonato Brasileiro do ano passado, o meia Cícero pode deixar o Peixe neste mercado

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade