Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Oswaldo mostra cautela, elogia equipe e dá nota “11” a Arouca

Do correspondente Diego Diegues Santos (SP)

Após a golear o Corinthians por 5 a 1, em uma noite muito inspirada de Arouca, o treinador do Santos, Oswaldo de Oliveira não poupou elogios ao time e principalmente ao atleta. O técnico santista também lembrou de sua última passagem pelo clube, em 2005, que após uma vitória por 3 a 0 contra o Timão, acabou sendo demitido pela cúpula alvinegra, três meses depois.

Oswaldo comentou sobre a participação dos volantes, Alan Santos e Arouca na partida diante do Corinthians. O treinador afirmou que orientou os jogadores para se alternarem nas subidas ao ataque. “Eles têm total liberdade para se infiltrar no meio de campo e chegar ao ataque para apoiar o time. Eu peço a eles, para um ficar e o outro subir, pois ambos tem excelente condição técnica e inteligência para jogar”, explicou.

O treinador alvinegro foi só elogios ao volante Arouca, que recebeu uma nota “11” do comandante santista. “Eu tenho conversado muito com ele, tenho a liberdade de passar a responsabilidade para ele dentro do campo, afinal ele joga ali muito próximo da defesa e do ataque. Estou aberto também a opiniões que ele queira me dizer sobre o time”, disse.

Questionado sobre a goleada e como isso afetará o rendimento do Santos e também do rival Corinthians, Oswaldo não se empolgou e preferiu manter os pés do chão, lembrando de sua última passagem pelo clube, quando o Peixe venceu por 3 a 0 Timão, em 2005, também na Vila Belmiro e três meses depois acabou sendo demitido do Santos. “Eu conheço os dois lados. É difícil administrar uma situação como essa, por isso eu sei o que tenho fazer e é preciso manter os pés no chão neste momento”, finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade