Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Palmeiras cede a árabes e espera anunciar Bruno César nesta semana

William Correia São Paulo (SP)

O oitavo reforço do Palmeiras para o centenário deve ser anunciado até sexta-feira. Essa é a expectativa da diretoria, que desistiu de ter Bruno César por empréstimo de um ano de graça e, por isso, espera acertar de vez com o Al Ahli, da Arábia Saudita, para assinar contrato com o meia nesta semana.

Como noticiou o jornal O Estado de São Paulo, os árabes têm uma dívida com o jogador e exigia que o Verdão arcasse com o valor para emprestá-lo. Como faz questão de vestir verde em 2014, o próprio meio-campista abriu mão de parte do valor e o Palmeiras, então, topou pagar o restante, provavelmente incluindo-o no pagamento de salários.

Bruno César tem mantido a forma enquanto espera pelo desfecho da negociação, que ocorre desde dezembro. Publicamente, o diretor executivo José Carlos Brunoro falou até que “rezaria” para o meia chegar nesta semana, mas, internamente, os comentários entre dirigentes é de que a assinatura do contrato deve ocorrer nos próximos dias.

AFP
Meia abriu mão de parte da dívida que o Al Ahli tem com ele para jogar no Palmeiras em 2014
Embora destaque do Corinthians em 2010, Bruno César chegou a passar pelo São Paulo e já defendeu o Palmeiras, sendo dispensado do time B após a equipe ser rebaixada para a terceira divisão paulista, em 2007. O meia demonstrou intensa vontade em voltar ao Verdão no ano do centenário, relatando isso, inclusive, ao técnico Gilson Kleina.

Aos 25 anos, Bruno César é um dos nomes que o treinador mais espera para a temporada. Kleina indicou o jogador e gostou de saber da vontade dele em retornar ao Brasil. Agora, partiu do próprio meia o passo necessário para selar a sua volta ao Palmeiras.

Até agora, o Verdão já confirmou para a temporada as contratações dos zagueiros Lúcio, ex-São Paulo, e Victorino, ex-Cruzeiro, do lateral esquerdo William Matheus, ex-Goiás, do volante França, ex-Hannover, da Alemanha, do meia Marquinhos Gabriel, ex-Bahia, e dos atacantes Diogo, ex-Portuguesa, e Rodolfo, ex-Rio Claro. Kleina já solicitou com urgência a chegada de um lateral direito.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade