Futebol - ( )

Para gerente, "atitude de Corinthians" é a solução para o mau momento

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Edu Gaspar foi o responsável do Corinthians por se pronunciar no primeiro treino após a derrota por 5 a 1 para o Santos. O gerente de futebol conhece o clube desde os tempos em que o defendia nas categorias de base e citou o ingrediente que julga essencial para superar crises.

“Atitude é uma coisa realmente importante, extremamente importante. Atitude de Corinthians, é bastante importante frisar. Agora é mostrar o que é representar o Corinthians, vestir a camisa do Corinthians para reverter essa imagem ruim que ficou”, afirmou o ex-jogador.

O dirigente já viu reações bem mais agressivas do que os protestos feitos pelos torcedores nesta semana. Na Vila Belmiro, após a goleada, eles cantaram músicas já tradicionais, como “ou joga por amor, ou jogar por terror”. No dia seguinte, no CT, só um torcedor foi reclamar, e ele ainda pediu desculpa pelo “desabafo”.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Edu aprendeu nas categorias de base do Corinthians o que Pato sofre para entender aos 24 anos
“É um momento em que o torcedor expressa o seu sentimento. Os caras acompanham o time em tudo o que é lugar, apoiam e cobram também. Temos que entender a grandeza do clube”, disse Edu, que, em pouco menos de dois anos como dirigente, já recebeu torcedores insatisfeitos em várias ocasiões.

O recado entregue pelo agora gerente aos atletas não é muito diferente do que o gritado nas arquibancadas, embora o tom esteja mais próximo do “raça, Timão, você é tradição”. “É tão gostoso vestir a camisa do Corinthians, mas tem um preço a se pagar para que a torcida esteja do lado. É essa a mensagem que tentamos passar.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade