Futebol/Campeonato Paranaense - ( )

Paraná perde em casa para o Jotinha e entra em crise

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

Em uma noite de muito calor na Vila Capanema, em Curitiba, o Paraná Clube perdeu a terceira partida em quatro rodadas do Campeonato Paranaense 2014, desta vez para ao J.Malucelli, por 1 a 0, e oficialmente entrou em crise. O torcedor não perdoou mais uma péssima atuação e o técnico Milton Mendes tem seu trabalho colocado em dúvida.

A equipe do Barigui abriu o placar aos 34 minutos da primeira etapa, com Thiago Santos, que após tabela com Bruno Batata tocou na saída do goleiro para marcar. Com o resultado o Jotinha assume provisoriamente a liderança, com oito pontos.

A próxima rodada, o Paraná Clube vai a Ponta Grossa, onde encara o Operário, domingo, no Estádio Germano Kruger. Já o J.Malucelli recebe no sábado, no Eco Estádio Janguito Malucelli, o Rio Branco, de Paranaguá.

O jogo – A partida começou bastante estudada, com os dois times procurando espaços para atacar. A primeira pontada foi do Jotinha, com Thiago Santos, aos sete minutos, com um chute que foi direto pela linha de fundo. Na resposta, confusão na área do J.Malucelli e a defesa quase empurrou contra o próprio patrimônio. O Tricolor tinha maior posse de bola, mas tinha dificuldade no setor de criação.

E um achegada de velocidade do Paraná, Toty cruzou na medida para Carlinhos, aos 17 minutos, mas o ataca paranista errou o alvo por muito. O ritmo caiu bastante, e as duas equipes não conseguiam criar mais. Aos 23 minutos, Paulo Roberto partiu para a jogada individual, mas foi travado pela zaga. O Jotinha voltou a crescer e, aos 30 minutos, Tomas cruzou fechado e Brinner cortou na hora certa.

Porém, aos 34 minutos, tabela entre Bruno Batata e Thiago Santos, que tocou na saída de Marcos para abrir o placar na Vila. Aos 38 minutos, Paulo Roberto buscou o lançamento em profundidade e a bola ficou sem problemas para o goleiro Edvaldo. Aos 43 minutos, de cabeça, Leandro Silva teve a chance de ampliar de cabeça e mandou por cima da meta.

Para a etapa final, o Tricolor voltou com Paulinho Oliveira e Marco Aurélio para tentar ser mais ofensivo. Já o Jotinha perdeu Thiago Santos, lesionado, com a entrada de Diego Dedoné. Aos quatro minutos, Paulinho Oliveira arriscou o chute de longe, a bola desviou na defesa e saiu em escanteio. A partida e a truncada e o torcedor não escondia a falta de paciência com o Tricolor.

O técnico Milton Mendes foi ‘homenageado’ com gritos de ‘burro’ ao tirar Lúcio Flávio para a entrada de Fernando Gabriel. Aos 17 minutos, Fernando Gabriel achou espaço e disparou uma bomba que carimbou a trave. O meia arriscou mais uma fez aos 22 minutos, mas desta vez errou o alvo por muito. O Paraná continuava mostrando problemas no ataque, como nas primeiras partidas.

O Tricolor partiu para o tudo ou nada. Aos 36 minutos, Fernando Gabriel cobrou falta e a zaga afastou, cedendo escanteio. Contra-ataque para o J.Malucelli aos 27 minutos, mas Dedoné desperdiçou com um chute sem direção. Aos 42 minutos, Fernando Gabriel desviou na área e Edvaldo fez uma linda defesa para salvar e garantir os três pontos. 'Queremos jogador' era o grito nas arquibancadas ao final do jogo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade