Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Paysandu aumenta salário de Pikachu e dificulta acordo com o Goiás

Goiânia (GO)

Cotado para defender o Goiás na temporada de 2014, o lateral-direito Yago Pikachu pode seguir no Paysandu. O presidente bicolor, Vandick Lima, afirmou que pretende continuar com o jogador na Curuzu e expôs sua insatisfação com a investida apresentada pelo Esmeraldino. Na visão do mandatário, que propôs um reajuste salarial de 50% ao jovem atleta, o valor apresentado pelo clube goiano é incondizente com o seu potencial.

“Nos reunímos com os procuradores do Yago Pikachu e eles querem que ele saia do Paysandu. Segundo eles, o atleta tem o desejo de se transferir. Porém, recebemos uma proposta de R$ 150 mil pelo empréstimo e consideramos o valor muito abaixo, sobretudo pela qualidade dele. O jogador nos interessa e está nos planos. Queremos ele conosco”, expôs o presidente.

Par manter o jogador em solo paraense, Vandick Lima expôs o reajuste salarial apresentado para o Pikachu: “Conversamos e fizemos uma proposta de aumento salarial de 50%. Assim, não tenho dúvidas que ele vai continuar honrando a camisa do Paysandu, como sempre fez”, ressaltou.

De acordo com o mandatário, Pikachu está confirmado na estreia do Papão no Campeonato Paraense. Neste domingo, a equipe bicolor mede forças com o Gavião Kyikatejê, às 16 horas (de Brasília), no estádio da Curuzu.

Natural de Belém-PA e cria da base do Paysandu, Glaybson Yago Souza Lisbôa, de 21 anos, mesmo atuando no setor defensivo, foi responsável por anotar nove gols na disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Porém, nesta competição, a equipe paraense acabou rebaixada e terá que disputar o terceiro estágio do futebol nacional neste ano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade