Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Peña exige salários atrasados para negociar permanência no Náutico

Recife (PE)

De férias na Venezuela, seu país natal, o meio-campista Angelo Peña ainda tem futuro indefinido para a próxima temporada. Apesar do interesse da atual diretoria, o jogador afirma que só negociará a redução salarial para seguir no clube caso receba os salários que não foram pagos na gestão do ex-presidente Paulo Wanderley.

“Tenho interesse em continuar no Náutico, sim. No entanto, eles precisam pagar o que devem de 2013. A questão do salário para 2014 nós podemos conversar. Mas se me pagarem”, ressalta o meia venezuelano.

Durante a semana, o treinador Lisca revelou interesse em contar com Peña para a temporada que vem, mas o jogador revela que ainda não houve nenhum contato por parte do Náutico para mantê-lo no Timbu. “Até o momento, não fui procurado pela diretoria para tratar de 2014. Mas tenho interesse de ficar no clube”, afirma.

Um dos responsáveis pela negociação com Peña é o gerente de futebol Lúcio Surubim, que está otimista quanto ao acerto com o jogador. “Conversaremos com ele. Não vejo muitas dificuldades (na negociação com o atleta). Ele tem muita qualidade e se encaixa no projeto do clube”, revela o dirigente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade