Futebol/Copa São Paulo de Juniores - ( - Atualizado )

Pepe vê emoção diferente com filho campeão da Copinha

São Paulo (SP)

José Macia, o Pepe, contabiliza títulos importantes no futebol, tanto como jogador, nos tempos de ouro do Santos nas décadas de 50 e 60, e também como treinador. Mas neste sábado ele observou uma nova sensação ao observar seu filho, Pepinho, no comando da equipe sub-20 do Peixe campeã da Copa São Paulo de Juniores.

“A emoção é diferente, muito grande, depois de jogar, também ganhei como treinador, então sei como é difícil, ainda mais em uma competição com 104, é a prova da competência do Santos e do seu treinador”, afirmou o ídolo santista, em entrevista à Rádio Jovem Pan, que já encara o fato com bom humor. “Agora virei o pai do Pepinho Macia”.

Aos 78 anos, Pepe não acompanhou de perto a vitória do Santos diante do Corinthians no Pacaembu. O Peixe conseguiu abrir 2 a 0 na etapa inicial, mas levou um gol no segundo tempo e sofreu para segurar o resultado que lhe garantiu o segundo título consecutivo na competição.

“Eu assisti na TV, estou descansando em Socorro, mas vi o Pepinho vibrar. Eu me senti como tivesse dentro de campo. É uma alegria muito grande”, disse.

Pepe recorda que os primeiros passos de Pepinho no futebol foram ao seu lado, como auxiliar. Há, inclusive, uma passagem marcante do atual técnico da equipe sub-20 do Santos.

“Quando eu trabalhei no futebol árabe, eu deixei cuidando da equipe por três semanas, pois tive que retornar ao Brasil. E um dos jogadores do time era um tal de Guardiola”, explicou Pepe, em referência ao atual técnico do Bayern de Munique, da Alemanha, considerado um revolucionário no futebol mundial no comando do Barcelona, da Espanha.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade