Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Prass tem sensação de taça no ano, mas pede algo diferente de rivais

William Correia Itu (SP)

Jogador mais velho do elenco campeão da Série B do Brasileiro de 2013, Fernando Prass concorda com a declaração do recém-contratado França, que garantiu ao menos um título para o Palmeiras no ano do centenário. Mas, embora, tenha a mesma sensação, o goleiro faz discurso por trabalho para levantar uma taça em 2014.

“Tenho essa sensação: neste ano, vamos ganhar alguma coisa”, discursou o veterano, primeiro atleta a dar entrevista coletiva na concentração em Itu. E enfatizando a necessidade de trabalhar não só sob o forte calor da cidade que abriga o elenco durante quase toda a temporada, mas ao longo de todo o ano.

“Temos adversários com muita qualidade e o mesmo pensamento. Precisamos ter na cabeça de que são campeonatos em que todos querem ganhar, independentemente da tradição. Quem ganhar será porque fez algo diferente: se dedicou mais no treino, teve o grupo mais fechado ou outros detalhes de vestiário e ambiente de clube que não passamos publicamente”, apontou.

Para França cumprir sua promessa e a sensação de Prass não ser em vão, cada detalhe é considerado importante. “Temos que pensar em tudo, futebol não se ganha só dentro de campo. Quando voltarmos para São Paulo, precisamos continuar atentos a detalhes. Para vencer campeonato, é necessário fazer um pouquinho melhor do que os outros”, discursou o goleiro.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Goleiro concorda com a garantia de título dada pelo recém-contratado França, mas cobra trabalho dos colegas
Fernando Prass mostra ânimo. Os reforços que estão chegando para 2014 entusiasmam o arqueiro, que não esconde, inclusive, a alegria de poder ser destaque até individual de uma equipe em que aponta grandes chances de ser campeão.

“O futebol é coletivo, não tem como fugir disso. Mas é inegável que o jogador em um grupo qualificado rende muito mais. A diretoria está qualificando o elenco e isso nos motiva, nos faz vislumbrar coisas boas. Acompanhamos de perto tudo o que acontece e sempre ficamos felizes quando chega alguém de qualidade”, afirmou o veterano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade