Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Primeiros reforços do centenário palmeirense demonstram ansiedade

São Paulo (SP)

O Palmeiras conta, até agora, só com três caras novas na pré-temporada para o ano de seu centenário. Todos cientes da responsabilidade que terão em 2014. O volante França e os atacantes Diogo e Rodolfo não escondem a ansiedade de serem os primeiros reforços de uma época tão importante na história do clube com mais títulos nacionais no futebol brasileiro.

Principal nome entre os confirmados, Diogo chegou por ser um “jogador rodado”, mas não esconde a apreensão. “É uma honra participar do centenário do clube. A felicidade é muito grande por chegar a uma equipe tão tradicional e ainda mais em um ano especial como esse. É um sonho para qualquer jogador. Estou ansioso”, disse.

França, emprestado pelo Hannover, da Alemanha, por um ano após passar 2013 sem jogar por problemas de saúde, destaca a grandeza do Verdão. “Além do Palmeiras, outro time brasileiro e um de Portugal me procuraram, mas, pelo tamanho do Palmeiras, por estar voltando à primeira divisão e ser o ano do centenário, decidi vir para cá. Estou muito satisfeito”, afirmou o volante.

Fabio Menotti/Palmeiras/Divulgação
Emprestado pelo Hannover, volante França se diz seduzido por centenário e tamanho do Verdão
Já Rodolfo, o primeiro reforço acertado para 2014, tem 20 anos e assinou até novembro de 2018 depois de marcar 24 gols no último Campeonato Paulista sub-20. Dificilmente será titular, mas sente o peso de ser a contratação que ‘inaugurou’ o centenário alviverde.

“Ser contratado por um clube deste tamanho e em um ano tão importante me deixa muito feliz. Estou muito motivado e ansioso para defender as cores do Palmeiras. A ficha ainda não caiu. Está caindo aos poucos. Mas sei do que sou capaz e, com certeza, virão muito mais gols”, apostou.

Como estrela dos já anunciados, Diogo sabe como acalmar a ansiedade de todos: já começar o ano do centenário como campeão paulista. “O Paulistão é o nosso primeiro objetivo. Será uma competição rápida, ainda mais neste ano, e vamos entrar para vencer, como sempre deve acontecer com o Palmeiras. Temos uma torcida gigantesca, que apoia e incentiva bastante”, discursou o atacante, cujo contrato acaba em dezembro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade