Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Proprietário de 50% de Moreira acha difícil acertar com Palmeiras

Assunção (Paraguai)

Um dos principais envolvidos na negociação de Jorge Moreira com o Palmeiras tratou de diminuir o otimismo em relação ao acerto. Paulo Reichardt, representante de grupo investidor que detém 50% dos direitos federativos do lateral direito, avisou que a contratação é difícil porque o clube tem oferecido muito abaixo do que deseja o Libertad.

“O Palmeiras não oferece o que o Libertad quer, está difícil a sua saída”, disse Reichardt à rádio paraguaia 1080 AM. “Oficialmente, não há nada. Não é certo dizer que está tudo arranjado. Há várias pessoas que são proprietárias de 50% do Moreira e a oferta é muito baixa.”

Contrariando informações vindas do Paraguai, Reichardt disse que a única proposta que soube do Verdão até agora é de US$ 600 mil (menos de R$ 1,5 milhão). “É um valor muito baixo. Estamos esperando uma contraoferta que nunca chegou”, apontou.

As declarações do empresário surpreenderam o próprio Moreira, que já tornou pública sua vontade de jogar no Verdão e acertou seus salários com o clube. “A verdade é que não sei nada. Vou me reunir neste sábado com meu representante para que ele me explique os detalhes”, falou o lateral.

AFP
Agente do lateral diz que Libertad reduziu pedida, mas investidor duvida de acerto
As afirmações de Reichardt contrariam informações que partem mesmo do Palmeiras, embora não de forma oficial. O diretor executivo José Carlos Brunoro esteve em Assunção em dezembro para fechar a negociação e disposto a oferecer US$ 1,2 milhão (R$ 2.848.080) pelo lateral direito, o dobro do que o representante do grupo investidor disse saber.

A transferência não se concluiu porque o Libertad pedia US$ 2 milhões (R$ 4.746.800), mas reduziu a exigência. “A pedida deles já diminuiu bastante”, falou Hector Peralta, agente de Moreira, ao jornal Lance, avisando que desembarcará no Brasil neste fim de semana para concluir a negociação.

O Palmeiras acredita que a contratação está por detalhes. O otimismo se deve à situação do Libertad. Moreira tem vínculo até dezembro e, a partir de julho, pode assinar pré-contrato para sair de graça no fim do ano. O clube paraguaio crê que vendê-lo ao Verdão é a última chance de ganhar dinheiro com o lateral direito de 24 anos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade