Futebol - ( - Atualizado )

Roberto de Andrade admite desejo de assumir a presidência do Corinthians

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Embora a justificativa oficial seja a necessidade de se dedicar ao seu negócio de veículos em 2014, Roberto de Andrade deixou a diretoria do futebol como parte do processo para assumir a presidência do Corinthians. Ele será o candidato da situação na eleição marcada para fevereiro do próximo ano.

O procedimento é semelhante ao adotado pelo atual presidente Mário Gobbi, que era o diretor de futebol na gestão Andrés Sanchez e também saiu de seu cargo com antecedência. Apesar de não admitir a candidatura definida, Roberto já não esconde a vontade de comandar o clube do Parque São Jorge.

“Falar que não quero seria mentira. Seja onde está, você almeja chegar ao cargo máximo. Comecei como diretor administrativo naquele primeiro mandato tampão do Andrés. Em 2009, assumi como primeiro vice do Andrés. Na gestão do Mário, fui diretor de futebol. Não posso falar ‘não quero ser’. Gostaria de ser, sim”, reconheceu.

Divulgação/Agência Corinthians
Roberto de Andrade está de olho no cargo hoje ocupado por Mário Gobbi (foto: Daniel Augusto Jr.)
De acordo com o agora ex-diretor, a chapa só será definida em futuras reuniões do grupo Renovação e Transparência, que dirige o Corinthians desde 2007. Duílio Monteiro Alves, diretor-adjunto que também acaba de se afastar, tem boa chance de voltar como diretor.

Por ora, evitando o tom de campanha, Roberto de Andrade deixa o dia a dia do clube valorizando os títulos conquistados e as melhorias no CT do Parque Ecológico: “Coisas em matéria de relacionamento, pessoas, coisas internas que vocês não conseguem acompanhar”. Ele espera reviver o ambiente em 2015. “Um até breve com os desafios que nos aguardam.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade