Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Rodrigo Caio fala em resgatar união perdida pelo São Paulo em 2013

Helder Júnior São Paulo (SP)

Fazia tempo que os jogadores do São Paulo não ficavam tão próximos. O elenco liderado por Muricy Ramalho tem treinado diariamente em dois períodos no CT da Barra Funda após as férias de final de ano. A pré-temporada serve não apenas para fazer o time entrar em forma, mas também para resgatar alguns laços desfeitos em 2013.

“Não é que não havia nenhuma união no ano passado, mas faltou um pouco disso em certos momentos”, acusou o zagueiro Rodrigo Caio, nesta quinta-feira. “Quando você começa a perder, dá uma abalada. As derrotas e eliminações abateram a nossa equipe. Agora, todo o mundo está mais junto. Devemos continuar unidos, independentemente do que acontecer”, receitou.

Pelo menos nos treinamentos, o relacionamento entre os atletas do São Paulo tem sido positivo. São frequentes as brincadeiras durante as atividades físicas, mesmo nas mais puxadas. Entre os goleiros, Rogério Ceni se encarrega de distrair os novatos entre um e outro exercício – o motivo da diversão desta manhã, por exemplo, foi uma bola de tênis.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O veterano goleiro Rogério Ceni é uma referência na "família" que o São Paulo pretende formar em 2014
“Tudo está a nosso favor neste ano. Vamos pensar de uma forma diferente. Precisamos querer mais, e temos time para isso. Devemos acreditar em cada um de nós e formar uma família aqui dentro”, pregou Rodrigo Caio.

Justificando o seu discurso, o zagueiro coletivizou as preocupações defensivas do São Paulo quando foi questionado a respeito. “A marcação começa lá na frente. As coisas ficam positivas quando estamos marcando juntos. Formar uma família é assim: todo o mundo corre e se ajuda”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade