Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Roger pede demissão do Grêmio para tentar carreira de técnico

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Auxiliar técnico fixo do Grêmio desde o começo de 2011, Roger pediu demissão do clube nesta quinta-feira. O objetivo do ex-lateral do Tricolor é lançar-se na carreira de treinador. O pedido já era esperado pela direção gremista. O auxiliar de Enderson Moreira em 2014 será Luís Fernando Flores, que trabalhou com o técnico no Goiás e, curiosamente, é ex-jogador do Internacional.

Roger treinou o Grêmio como interino em 2011 pela primeira vez, no Gre-Nal disputado em Rivera, pelo estadual. Em 2012, assumiu o comando por um jogo após a queda de Caio Júnior e antes da chegada de Vanderlei Luxemburgo, novamente contra o Inter, desta vez no Beira-Rio. Em ambos os casos, o Tricolor venceu o rival por 2 a 1. Também foi técnico da equipe em alguns jogos do Gauchão 2013, no qual o Grêmio escalou seu time B.

Roger ainda não recebeu propostas oficiais para ser treinador. O Náutico chegou a sondá-lo antes de oficializar a contratação de Lisca, técnico que subiu o Juventude da Série D para a C em 2013. Formado em Educação Física, o ex-jogador multicampeão pelo Grêmio entre 1994 e 2003 tem 38 anos de idade.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade