Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

São Paulo enfrenta Bragantino para começar a reconquistar a torcida

Helder Júnior Bragança Paulista (SP)

Após vitórias por 2 a 1 sobre Marília e Estados Unidos durante a pré-temporada, o São Paulo disputará o seu primeiro jogo oficial em 2014 a partir das 17 horas (de Brasília) deste domingo. A expectativa é mostrar à torcida já contra o Bragantino, no Estádio Nabi Abi Chedid, que os problemas de 2013 não viraram o ano junto com a equipe.

“Fazer uma boa temporada é obrigação do São Paulo. Um clube desse tamanho não pode sofrer assim de novo. O que aconteceu foi um absurdo. Já conversei com o elenco sobre isso várias vezes, e eles estão dando uma boa resposta em relação a empenho e à disciplina. Tudo está diferente”, discursou o técnico Muricy Ramalho.

Na verdade, nem tudo mudou. À exceção do lateral direito Luis Ricardo, que veio da Portuguesa, o grupo à disposição de Muricy para a primeira rodada do Estadual é praticamente o mesmo que caiu diante do Corinthians no Campeonato Paulista passado e na Recopa Sul-americana, lutou contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e foi eliminado da Copa Sul-americana pela Ponte Preta.

Apesar da escassez de reforços, os jogadores do São Paulo têm defendido publicamente que compõem, sim, uma equipe favorita a grandes conquistas em 2014. O meia Paulo Henrique Ganso chegou a definir o time como o melhor do Brasil para rebater o entusiasmo do centroavante rival Paolo Guerrero com o Corinthians de Mano Menezes.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Muricy Ramalho cobrou os seus jogadores para que o 2014 do São Paulo seja diferente do 2013
Muricy não chegou a tamanha empolgação antes da estreia no grupo A, que também tem Comercial, Atlético Sorocaba, Penapolense e Linense. O técnico colocou Corinthians e Santos em vantagem em relação ao São Paulo, constatou que os seus atletas ainda não estão em perfeitas condições físicas e técnicas e continua à espera de novas contratações. Tudo sem perder as esperanças: “O elenco é quase o mesmo, mas o ser humano melhora quando sabe que está devendo”.

Para reconquistar a confiança da torcida, o São Paulo precisa justificar rapidamente a filosofia de seu treinador. “Mas não será no primeiro jogo que os torcedores voltarão a ficar do nosso lado. Enfrentamos muitas cobranças no ano passado”, ponderou o meio-campista Maicon, que seguiu como titular em 2014.

Contra o Bragantino, Maicon terá dois volantes ao seu lado no meio-campo: Wellington, de contrato renovado até outubro de 2018 e agora com a missão de ser útil ofensivamente, e Denilson, que atuará quase como um terceiro zagueiro. Na lateral direita, Luis Ricardo fará a sua estreia, enquanto Ademilson será o companheiro de ataque de Luis Fabiano.

“Não teremos grandes novidades na equipe, até porque os jogadores não mudaram muito. O plantel é esse aí”, lamentou Muricy, com a preocupação de não ser surpreendido pelo Bragantino. “Eles nunca mudam o estilo de jogo. Sempre atuam com três zagueiros grandes e de olho na bola alta. É uma equipe de pegada forte. Será um jogo duríssimo.”

Novamente comandado por Marcelo Veiga, o Bragantino terá os desfalques do goleiro Leandro Santos, do zagueiro Hernany, do volante Elias e do meia Diguinho, todos machucados, enquanto Graxa precisará cumprir suspensão. O time do interior paulista não recebe a mesma pressão do São Paulo para surpreender no grupo D do Paulista, ao lado de Palmeiras, Mogi Mirim, Oeste e Rio Claro.

“Não vou cobrar resultados porque ainda não tivemos muito tempo para trabalhar em conjunto com bola. Além disso, ainda estamos com alguns problemas médicos. O que exijo nessas situações de início de temporada é empenho, e isso estou vendo nos meus jogadores”, garantiu Marcelo Veiga.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO X SÃO PAULO

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 19 de janeiro de 2014, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Cássio Luiz Zancopé (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior e Maria Eliza Correia Barbosa (ambos de SP)

BRAGANTINO: Rafael Defendi; Iago, Guilherme e Alexandre; Robertinho, Francesco, Geandro, Gustavo e Léo Jaime; Lincom e Cesinha
Técnico: Marcelo Veiga

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Denilson, Maicon, Wellington e Paulo Henrique Ganso; Ademilson e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade