Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

São Paulo não quer Vargas só pelos "seis meses mais fracos do ano"

São Paulo (SP)

O São Paulo tem claro interesse em contratar o atacante Vargas, que pertence ao Napoli, da Itália, e jogou a última temporada pelo Grêmio. No entanto, as bases estipuladas pela equipe europeia não agradam o Tricolor. A ideia inicial dos italianos é emprestar o jogador chileno por apenas seis meses e depois tentar uma negociação em definitivo.


"Para nós é difícil contratar o jogador pelos seis meses mais fracos dos últimos anos", disse o vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes, em entrevista à Rádio Bandeirantes, enfatizando que as atenções agora estarão voltadas para a Copa do Mundo de 2014. "O aproveitamento dele também seria limitado com as convocações do Chile", emendou.


Antes do início da temporada 2013, o São Paulo já havia tentado a aquisição de Vargas, mas, desde o ano passado, os dirigentes brasileiros reclamam da postura do Napoli. "São colocadas sempre divergências muito complicadas", disse João Paulo de Jesus Lopes.


A concorrência também atrapalha os planos do Tricolor em contar com Vargas. O Santos tem interesse em levar o chileno para formar dupla com seu novo centroavante, Leandro Damião, contratado recentemente junto ao Internacional.

"O Napoli entende que o jogador vai se destacar na Copa, será um dos grandes nomes no Chile, vai se valorizar e poderá vendê-lo para a Europa. Isso implica em aceitarmos pagar um valor que não é pequeno e ainda com o risco de perder o atleta depois da Copa. Mas a gente continua conversando para buscar bases civilizadas", enfatizou João Paulo de Jesus Lopes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade