Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Sem inspiração, Botafogo empata segunda no Carioca

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo continua sem vencer no Campeonato Carioca. Em partida disputada na noite desta terça-feira, em São Januário, a equipe de General Severiano empatou sem gols com o Bangu. O time alvinegro vinha de empate na estreia, diante do Resende, e voltou a decepcionar a torcida que vaiou a equipe ao final do jogo e ainda improvisou um refrão para ironizar as atitudes tomadas pela diretoria: "Plunct, plact, zum, o presidente vai vender mais um".

O resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes que disputaram um bom primeiro tempo, mas se acomodaram bastante na etapa final e criaram poucas situações de gol. Com o novo empate, o Botafogo que voltou a escalar o time reserva, somou seu segundo ponto na competição,e está na sétima posição, enquanto o Bangu chegou ao quarto ponto ganho e divide a liderança com o Boavista.

O Botafogo voltará a jogar nesta quinta-feira, em São Januário,diante do Madureira,em jogo antecipado, enquanto o Bangu receberá o Audax, sábado, em Moça Bonita.

O jogo - O confronto começou movimentado. Logo aos dois minutos, Felipe Foca cruzou da direita, Willen recebeu sem marcação, mas escorregou e acabou chutando para fora, desperdiçando a primeira grande chance da partida.

O Botafogo não se assustou e partiu para o ataque. Aos seis minutos, Daniel serviu Renato que mandou a bomba e a bola passou muito perto da trave direita.

O Bangu atuava muito recuado, concentrando quase todos seus jogadores no meio campo para atrapalhar a troca de passes do Botafogo.

Aos dez minutos, o Alvinegro chegou novamente com perigo. O volante Rodrigo Souto, da intermediária, mandou uma bomba que explodiu na trave esquerda defendida por Rafael.

Depois desse lance, o Bangu adiantou sua equipe e começou a causar problemas ao adversário. Aos 17 minutos, Wendel recebeu de Willen e bateu cruzado. Felipe Foca entrou entre os zagueiros e tocou, mas a bola desviou no goleiro Renan e saiu. Na cobrança de escanteio, a defesa botafoguense ficou parada e Wendel entrou livre, mas chutou errado e desperdiçou a chance.

O time dirigido por Eduardo Hungaro encontrava dificuldades para penetrar na defesa do time de Moça Bonita, enquanto o Bangu mostrava mais desenvoltura e contava com a boa atuação do veterano meia Almir para determinar o ritmo de jogo.

Só aos 29 minutos é que o Botafogo voltou a dar demonstrações de que estava vivo na partida. Ele arriscou, de canhota, e e a bola passou tirando tinta da trave esquerda de Rafael.

Um minuto depois, o time alvinegro criou outro momento de perigo. Daniel fez boa jogada pela esquerda e rolou para Renato. O meia chutou rasteiro, o goleiro Rafael defendeu parcialmente e a bola sobrou para Henrique que tentou a conclusão, mas Rafael salvou outra vez, para desespero do atacante que ainda não conseguiu marcar com a camisa do Botafogo.

O time de General Severiano seguiu na pressão e, aos 39 minutos,Bruno Santos salvou, quando Gegé tentava aproveitar o cruzamento, na pequena área. Na cobrança do escanteio, o volante Raphael subiu para tentar cortar o lançamento a bola bateu no seu braço.Os jogadores do Botafogo pediram a marcação de pênalti, mas o árbitro considerou que o toque foi acidental e nada marcou. Já nos acréscimos, Daniel fez boa jogada individual e foi derrubado na meia-lua. Na cobrança, Dória chutou em cima da barreira.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com Octávio no lugar de Gegê. E logo aos quatro minutos, o goleiro Rafael voltou a aparecer, defendendo um chute violento de Rodrigo Souto.

O Bangu levou dez minutos para aparecer na área alvinegra. E foi numa cobrança de falta que Almir executou muito mal e não levou perigo para o gol de Renan.

Os dois times mostravam muita disposição, mas pouca técnica. Os erros de passes se acumulavam e tornavam a partida muita lenta. As substituições efetuadas por Eduardo Hungaro não trouxeram qualquer resultado prático, porque Octávio e Yguinho se mostravam pouco inspirados.

O Bangu teve uma grande oportunidade aos 16 minutos.Wendel fez ótima jogada pela esquerda e rolou para Almir, livre dentro da área, mas a conclusão do meia passou perto da trave direita de Renan, inteiramente sem ação na jogada.

Aos 30 minutos, Daniel cruzou da direita e Douglas Tucê quase marcou contra, ao tentar aliviar o perigo, assustando o goleiro Rafael.Logo depois foi a vez de Yguinho receber na área, mas pressionado pela zaga do Bangu, acabou chuutando errado.

Aos 38 minutos, o Botafogo desperdiçou outra grande oportunidade. Após cruzamento da direita, Renato cabeceou e Rafael fez grande defesa. O rebote caiu nos pés de Yguinho que chutou, mas a bola desviou nem Luis Felipe e saiu, levando a torcida alvinegra ao desespero. Nos minutos finais, o Botafogo ainda tentou fazer pressão, mas a defesa do Bangu soube se defender e garantir o empate.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade