Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Sem rótulo de 'salvador', Caetano pede cautela para sanar problemas

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Contratado em 2009 para organizar o futebol do Vasco após a queda para a Série B, o diretor executivo Rodrigo Caetano conseguiu levar a equipe até o título da Copa do Brasil após dois anos. Depois de sair do clube, os cruzmaltinos sofreram novamente com os maus resultados que culminaram na volta para a Segunda Divisão. Após sair do Fluminense, o profissional foi procurado e acertou seu retorno para São Januário.

Em um novo início de trabalho, Rodrigo Caetano adiantou que não vai acabar com os problemas do Vasco, mas espera diminuir consideravelmente as notícias negativas do clube.

"Assinei um contrato de um ano, coisa que não faço, só porque é o Vasco. Chego para ajudar o clube a diminuir seus problemas, mas acabar é impossível. Tenho certeza de que as notícias negativas sobre o clube vão diminuir com o tempo", afirmou Rodrigo Caetano.

O diretor executivo fez questão de elogiar o técnico Adílson Batista e revelou que chegou a negociar com o treinador em outros momentos da carreira. Rodrigo Caetano destacou que o foco dos cruzmaltinos é a conquista do Campeonato Carioca.

"O Adílson é um profissional que eu mantive contato em algumas situações, mas nunca chegamos a finalizar a negociação. Ele é um treinador que sempre trabalha situações de campo e isso é muito bom para o elenco. O Adílson terá total autonomia dentro de campo e estamos focados no Campeonato Carioca, que é nossa primeira competição na temporada, projetou o dirigente.

Sobre uma possível mudança na comissão técnica em caso de insucesso, Rodrigo Caetano preferiu ser otimista e espera que Adílson Batista cumpra seu contrato com o Vasco, que vai até o fim da temporada.

"O Adílson fez parte de todo o planejamento e tem todo nosso apoio. É claro que no futebol os resultados contam muito e tudo pode mudar. Estamos pensando no lado positivo e buscando uma boa campanha no Campeonato Carioca, se possível sendo campeão", concluiu.

O Vasco inicia a temporada neste sábado, contra o Boavista, em São Januário. Para esta partida, o técnico Adílson Batista deverá colocar em campo uma escalação muito diferente da ideal, por conta da curta pré-temporada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade