Futebol/Copa São Paulo de Juniores - ( - Atualizado )

Sob vaias da torcida, São Paulo só empata com Kashiwa na estreia

Barueri (SP)

Depois de ver sua equipe decepcionar em 2013, a torcida do São Paulo mostrou confiança neste início de ano e compareceu em bom público à Arena Barueri para acompanhar a estreia do Tricolor na Copa São Paulo. O desempenho do clube do Morumbi, no entanto, deixou a desejar mais uma vez. Diante dos japoneses do Kashiwa Reysol, os paulistas abriram o placar, mas permitiram o empate no segundo tempo. O 1 a 1 no marcador serviu de prato cheio para o início dos protestos com relação ao elenco profissional, já que o presidente Juvenal Juvêncio estava no estádio para acompanhar os garotos.

Entre os favoritos ao título da Copinha, principalmente pela estrutura do clube destinada às categorias de base, o São Paulo estreou com a responsabilidade de não deixar a novidade japonesa surpreender. Dentro de campo, no entanto, o time do Morumbi pouco conseguiu fazer ao longo do primeiro tempo para movimentar o marcador e alegrar sua torcida que compareceu em bom público.

Apesar da falta de qualidade e da pouca ousadia para arriscar chutes ao gol adversário, o Kashiwa mostrava muita disciplina e, com um bom posicionamento, anulava as jogadas de gol do São Paulo. Antes do intervalo, apenas com dois chutes de longe, o Tricolor conseguiu assustar o goleiro Kimura.

Sem criatividade para chegar com a bola trabalhada, o São Paulo precisou contar com o talento individual para abrir o placar. Aos 40 minutos do primeiro tempo, Ewandro fez boa jogada na entrada da área e sofreu falta perigosa. Na cobrança, Gabriel Boschilia acertou um lindo chute no ângulo esquerdo do goleiro Kimura e anotou um golaço.

Com a vantagem, o time paulista parecia que se soltaria na partida, a torcida se animou nas arquibancadas, mas os japoneses voltaram do intervalo com uma postura diferente e surpreenderam já no início da segunda etapa. Aos 14 minutos, após uma boa jogada pela direita, o Kashiwa mandou a bola para o meio da área tricolor, a zaga parou e Oshima apareceu com liberdade para escorar ao fundo das redes.

Após o empate, o São Paulo não conseguiu encontrar espaços para tentar a vitória e a disciplina dos japoneses fez com que o Kashiwa segurasse o resultado. A torcida tricolor, por sua vez, aproveitou a presença de Juvenal Juvêncio na Arena Barueri para protestar. Insatisfeita com o atual elenco, pediu a contratação de novos jogadores para a temporada.

O empate entre paulistas e japoneses deixa o modesto Auto Esporte na liderança do Grupo W. O time paraibano abriu a primeira rodada e venceu o Barueri, anfitrião da chave, por 1 a 0. Nesta segunda-feira, as quatro equipes voltam a campo. Enquanto o Kashiwa encara os donos da casa, o São Paulo tenta ganhar a primeira diante dos líderes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade