Futebol/Copa São Paulo de Juniores - ( )

Sob vaias, Nacional e Atlético-MG empatam e vão à próxima fase

São Paulo (SP)

Nacional e Atlético-MG, ambos do Grupo Z da Copa São Paulo de Futebol Júnior, entraram em campo neste domingo, no Nicolau Alayon, para decidirem quem se classificaria para a próxima fase da competição. Melhor para os dois que, com o empate em 1 a 1, chegaram à segunda etapa da disputa. Gols marcados por Pedro Hulk para o time da casa e Júlio César, contra, para o Galo.

Claramente satisfeitos com o empate conseguido no primeiro tempo, os dois clubes pouco fizeram na segunda etapa e não agradaram os torcedores presentes no estádio. Mais cedo, também pelo Grupo Z, o Aracruz-ES venceu o Holanda-AM, por 2 a 0, e encerrou sua participação na Copinha com três pontos ganhos. Já o time do Espírito Santos não pontuou.

O jogo – Ofensivo, o Nacional não tardou em abrir o placar: logo aos seis minutos, Pedro Hulk recebeu na área e tocou, no meio da zaga do Galo, para o fundo das redes. A partir daí, o Atlético-MG tentou trabalhar a bola para conseguir o empate. Aos 10, Dodô arriscou chute de fora da área, mas pegou mal na bola. Seis minutos depois, ele mesmo aproveitou uma falha da zaga para, novamente, finalizar e, dessa vez, mandar a pelota por cima do travessão.

Já que os companheiros não ajudaram Dodô, o jogador contou com um empurrãozinho da defesa adversária para igualar o marcador. Após cruzar para área, ele assistiu ao gol contra do beque do Nacional, Júlio César, aos 21 minutos de jogo. Sofrendo com o forte calor da cidade de São Paulo, as duas equipes terminaram a primeira etapa em igualdade.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Em jogo fraco, Nacional e Atlético-MG se classificaram para a próxima fase da Copinha
No começo do segundo tempo, o Atlético-MG teve uma boa oportunidade, em cobrança de falta, de virar o jogo, mas não levou perigo ao gol adversário. Por outro lado, aos 15, o goleiro Rodolfo teve que sair da área e tirar a bola dos pés do atacante Bruno Mota, salvando o Galo de levar o segundo gol.

Faltando objetividade para ambos os lados, a partida ficou morna a partir dos 20 minutos. O autor do primeiro gol, Pedro Hulk, foi substituído por Lucas Batista, lateral esquerdo que jogou improvisado na frente. Dan, atacante do Nacional, roubou a bola da zaga mineira e chutou forte, mas Rodolfo, em dois tempos, fez outra boa defesa.

Amplamente satisfeitos com o empate nos minutos finais, Nacional e Atlético-MG não se esforçaram para aumentar a contagem e animar o torcedor presente no Estádio Nicolau Alayon. O time da capital paulista, mesmo jogando em casa, não fez questão de roubar a bola da equipe mineira, que apenas trocava passes na intermediária. O resultado classificou os dois clubes para a próxima fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade