Futebol - ( )

Surpreso com escalação, Rodriguinho evita deslumbramento no Corinthians

Marcos Guedes São Paulo (SP)

O meia Rodriguinho disse não ter tido nenhuma indicação prévia de Mano Menezes de que começaria o ano como titular do Corinthians. Foi só no primeiro coletivo da pré-temporada que ele percebeu a intenção do novo chefe, recebida com grata surpresa e confirmada no jogo-treino do dia seguinte.

“Não vou negar que fiquei surpreso. Lógico que a gente torce, eu até tinha visto a entrevista dele falando que ia ter mudanças, e a primeira coisa em que pensei foi em mim: ‘Se for eu a mudança, ótimo’. Mas não vou negar que acabou sendo uma surpresa para mim, sim”, afirmou.

O potiguar de 25 anos chegou ao clube em outubro, após uma boa participação pelo América-MG na Série B do Campeonato Brasileiro. Fez sete partidas sob comando de Tite e começou a era Mano Menezes com a confiança do técnico, algo que espera manter sem deslumbramento.

Divulgação/Agência Corinthians
Rodriguinho já entendeu que mostrar raça é um bom começo para não ficar com o colete dos reservas
“Eu miro os bons exemplos. Alguns jogadores chegaram aqui vindo de times pequenos e tiveram sucesso. Uns foram jogar na Europa, outros foram chamados para a Seleção. A gente procura ver os exemplos que deram certo para se espelhar e ter o mesmo resultado”, comentou.

Uma das atitudes nesses atletas que deram certo, observou Rodriguinho, foi demonstrar a garra que Tite tanto pediu a Alexandre Pato. “Escuto muito que a torcida do Corinthians gosta daquela raça, daquela disposição. Não é uma característica muito forte minha, mas a gente procura se adaptar para agradar.”

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade