Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Técnico da Suíça reclama de partida da Copa no “meio da selva”

Berna (Suíça)

Insatisfeito com rota da Suíça ao longo da primeira fase da Copa do Mundo, o treinador Ottmar Hitzfeld fez duras críticas ao Brasil, principalmente por atuar em Manaus na terceira rodada do Grupo E, algo que foi julgado como uma atitude “quase irresponsável”. Cabeça de chave, o time europeu enfrenta Honduras na capital amazonense, classificada por seu comandante como “meio da selva”.

"Acho quase irresponsável que se jogue futebol num lugar desses no meio da selva, no meio da Amazônia. Acho que o lado comercial assumiu a precedência, e não estou de acordo com a Fifa", afirmou o irritado treinador Ottmar Hitzfeld em entrevista à rádio alemã SWR.

O principal jogo da Suíça na primeira fase também será disputado em uma cidade com o clima bem quente. Depois de estrear contra o Equador, a seleção dos Alpes vai encarar a França na Arena Fonte Nova, em Salvador, no dia 20 de junho. As altas temperaturas não fugiram das críticas.

"Em Salvador é muito quente, Manaus é pior ainda, porque você está jogando em um clima úmido e tropical, com 95% de umidade, e uma temperatura entre 30 e 40ºC”, questionou o treinador suíço, que aproveitou para reclamar das viagens que serão feitas para disputar os três jogos.

"O Brasil é um país grande, e você precisa voar por cinco horas de Salvador a Manaus, e isso também é uma grande sobrecarga para nós", completou Ottmar Hitzfeld, que se reunirá com médicos e fisioterapeutas para iniciar a preparação para o Mundial. Na tentativa de se acostumar com o clima tropical, a delegação suíça ficará em Porto Seguro, na Bahia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade