Futebol - ( - Atualizado )

Técnico pede fim do assunto Pato para atacante "falar com os pés"

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Mano Menezes não tem de responder sobre Zizao, algo penoso para Tite, mas herdou do antecessor as perguntas sobre Alexandre Pato. O técnico não completou nem um mês de trabalho em seu retorno ao Corinthians, mas já se cansou dos questionamentos sobre o atacante, ainda decepcionante.

Quando o assunto voltou à tona na entrevista concedida pelo gaúcho na sexta-feira, ele fez o seu pedido. “A gente só fala bastante porque vocês perguntam sobre o Pato. Por educação, respondemos, pela expectativa que se criou, mas penso que já falamos muito. Está na hora de parar de falar e deixar o Pato falar com os pés, que é como o jogador fala melhor”, afirmou.

A chegada de Mano era tida como algo que beneficiaria o camisa 7. Após um ano de muita dificuldade para obter seu espaço no time de Tite e no coração da Fiel, ele ganhou a oportunidade de trabalhar com um treinador que o valorizou a ponto de convocá-lo para a Seleção Brasileira.

Divulgação/Agência Corinthians
Mano Menezes já está cansado de responder perguntas sobre Alexandre Pato (foto: Daniel Augusto Jr.)
Até aqui, a expectativa não se concretizou. Pato seguiu na reserva e, no único jogo em que foi titular, teve uma atuação bastante apagada, responsabilizando o sistema adotado. “Não jogo sozinho”, disse, provocando irritação e resposta pública do chefe – e de dirigentes.

A cada jogo, boa parte da torcida xinga o atacante de 24 anos e pede sua saída do Corinthians. O gerente de futebol Edu Gaspar admitiu que teme a chegada do momento em que será necessário vender – por muito menos – o atleta que custou R$ 40 milhões. Mas Mano ainda vê esperança de que ele passe a falar com os pés habilidosos que tem.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade