Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Timão fica perto de fechar com lateral Fagner e volante Bruno Henrique

Bruno Landi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Se, até agora, atuou de maneira apenas tímida no mercado de transferências, anunciando somente a contratação do lateral-esquerdo Uendel, da Ponte Preta, o Corinthians pode fechar com dois importantes reforços para a temporada de 2014 nos próximos dias. Em reformulação após a chegada do treinador Mano Menezes, o time de Parque de São Jorge está próximo de concretizar as chegadas do lateral Fagner, que estava no Vasco, mas pertence ao Wolfsburg, da Alemanha, e do volante Bruno Henrique, ex-Portuguesa.

Fagner disputou o último Campeonato Brasileiro com o Vasco, clube pelo qual foi rebaixado à Série B, mas no qual também mostrou seu melhor futebol, em 2011, com a conquista da Copa do Brasil. Ele foi revelado pelo Timão na metade da última década e, em 2007, deixou a equipe de maneira conturbada. Atualmente, o jogador pertence ao Wolfsburg, da Alemanha, clube com o qual tem contrato até 2016. Porém, não faz mais parte dos planos da equipe europeia, atual quinta colocada da Bundesliga, que deve liberá-lo sem problemas.

A intenção alvinegra é contratá-lo por empréstimo de um ano. Com a aposentadoria de Alessandro no fim do ano passado e a provável negociação do volante Edenílson, que vinha sendo improvisado na lateral-direita durante a última temporada, o Corinthians vê nesta posição uma de suas carências para 2014. O fato de o empresário do jogador (Carlos Leite) ser o mesmo do treinador Mano Menezes pode facilitar o negócio.

Divulgação/Vasco da Gama
Revelado pelo Corinthians em 2006, Fagner deixou o Timão de maneira conturbada, mas deve voltar em 2014

Outro que está próximo de ser anunciado é o volante Bruno Henrique, de 24 anos. Ele pertence ao Londrina, do Paraná, mas se destacou atuando pela Portuguesa no Campeonato Brasileiro do ano passado. Seu empréstimo com a equipe do Canindé se encerrou no dia 31 de dezembro, e ele está livre para negociar com outros clubes. O Grêmio demonstrou interesse, mas as conversas do Timão com o time paranaense estão adiantadas, e apenas detalhes impedem o acerto oficial. O Corinthians deve comprar 50% dos direitos federativos do atleta.

O próprio supervisor do Londrina, João Severo, deu a negociação como encerrada, nesta quinta-feira, em entrevista ao jornal Zero Hora. "O Grêmio conversou conosco pelo Bruno. Mas como estão com muitos problemas, resolvendo essas questões do Elano (empréstimo ao Flamengo), do Alex Telles (venda ao Galatasaray), e do Leandro (venda ao Palmeiras), pediram para aguardar um pouco. Nisso, o Corinthians fez uma proposta que atendia nossas expectativas e comprou o jogador", afirmou.

Após desembolsar R$ 40 milhões somente na contratação de Alexandre Pato no ano passado – sem contar os R$ 9,5 milhões gastos para trazer Renato Augusto -, o Corinthians vem atuando mais timidamente neste mercado. Até aqui, anunciou somente o lateral-esquerdo Uendel, que estava na Ponte Preta. Nomes como os dos laterais Victor Ferraz (Coritiba) e do volante Jucilei (Anzhi Makhachkala, da Rússia) também interessam.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Destaque da Portuguesa no Brasileiro, o volante Bruno Henrique era pretendido pelo Grêmio, mas jogará no Timão

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade