Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Tranquilo, Damião chega ao Santos de bonde e ao som de funk

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET Santos (SP)

Atleta mais caro na história do futebol nacional entre transações de clubes brasileiros, o centroavante Leandro Damião custou R$ 42 milhões aos cofres do Santos para tirá-lo do Internacional. Valorizado, o atacante foi oficialmente apresentado pelo time alvinegro na tarde desta quinta-feira, em evento que contou com participação de torcedores, incluindo o rapper Emicida, e até mesmo um passeio através do tradicional bonde da cidade litorânea. Além disso, um funk composto em homenagem ao jogador também fez parte da cerimônia.

“Gostaria de agradecer ao presidente (Odílio Rodrigues) por essa contratação. Sempre foi um sonho vestir essa camisa. Sou um jogador de raça, e hoje tenho um carinho grande pelo Santos por essa oportunidade. Estou muito feliz pela recepção de todos. Esse ano tem tudo para dar certo, para termos uma boa temporada e buscarmos títulos”, afirmou o atleta, que foi apresentado em um antigo galpão de café e recebeu a camisa 9 das mãos do mandatário alvinegro.

Para assegurar vínculo válido por cinco temporadas e 100% dos direitos econômicos de Leandro Damião, o Santos precisou realizar parceria com o fundo Doyen Sports. Ao longo dos próximos anos, a agremiação paulista deverá desembolsar R$ 42 milhões ao grupo e ainda arcará com juros anuais de 10%, podendo a transação ultrapassar os valores de R$ 60 milhões. Entretanto, os custos da negociação não assustam o centroavante.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Leandro Damião foi contratado para assumir a camisa 9 do Santos e formar dupla de ataque com Thiago Ribeiro
“Eu fico muito feliz pelo reconhecimento que sempre tive em minha carreira profissional. Eu sou um cara tranquilo, simples demais e me dou bem com várias pessoas. Consegui tudo me dedicando e trabalhando. Tudo dará certo se eu continuar desse jeito”, completou.

Aos 24 anos, Leandro Damião atingiu seu auge em 2011, quando marcou 40 gols pelo Internacional e foi convocado pela primeira vez pela Seleção Brasileira, balançando as redes no triunfo por 1 a 0 sobre Gana, em setembro daquele ano. Atrapalhado por problemas físicos, o atacante não repetiu o bom desempenho na última temporada e anotou 13 gols pela equipe gaúcha.

A estreia oficial do Santos neste ano ocorre em 18 de janeiro, às 19h30 (de Brasília), quando mede forças com XV de Piracicaba, na Vila Belmiro, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Paulista. Na sequência da temporada, o clube alvinegro tem participação certa na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade