Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Victorino nega pressão a mais após lesão e almeja volta à seleção

Luiz Ricardo Fini Itu (SP)

O zagueiro Victorino não disputou partidas oficiais pelo Cruzeiro no ano passado. Desde que sofreu lesão no tendão de aquiles em outubro de 2012, o uruguaio não entrou mais em campo, mas nega que sinta uma pressão maior no Palmeiras por conta do passado recente.

“Só tenho que demonstrar que estou bem, pois a lesão ficou para trás. Vou me colocar da melhor forma possível e meu jeito de jogar vai ser o mesmo. Não terei uma pressão extra, porque a maioria sabe como jogo. Estou confiante no que posso demonstrar e ajudar os companheiros a ganhar títulos”, afirmou.

Antes dos problemas clínicos, Victorino era convocado pela seleção uruguaia, inclusive participando do título da Copa América de 2011. Por isso, o jogador entende que uma boa fase pelo Palmeiras pode reconduzi-lo à equipe celeste.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Victorino não disputa uma partida oficial desde 2012 e perdeu espaço na seleção uruguaia
“Estou em um time grande do Brasil e, se tiver sequência, aumenta a chance de ser convocado. Quando vinha mantendo o ritmo, eu era chamado. Depois, fiquei fora das convocações. Mas, neste ano, meu objetivo é jogar e tentar um lugar no time titular aqui, porque a seleção é consequência disso”, completou.

Ciente de que Henrique é titular absoluto do Palmeiras e que Lúcio foi contratado para jogar, Victorino aguarda a decisão de Gilson Kleina sobre a equipe. “Vou trabalhar e mostrar vontade de jogar. A concorrência é muito grande e boa, mas assim é melhor, porque você treina mais e tenta ser o melhor no dia a dia. Depois, a decisão é do treinador”, completou.

Victorino foi apresentado oficialmente pelo Verdão nesta segunda-feira, depois de ter assinado contrato até o fim deste ano, envolvido na negociação que manteve Luan no Cruzeiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade