Atletismo/Bastidores - ( )

Sem patrocínios, Maurren Maggi faz campanha para arrecadar fundos

São Paulo (SP)

Medalhista de ouro na prova de salto em distância dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, e um dos principais nomes do atletismo brasileiro, Maurren Maggi lançou, nesta semana, uma campanha para arrecadar fundos. Depois de cogitar a aposentadoria, a atleta adotou a medida para não parar seus treinamentos.

“Muitos perguntam: se a Maurren Maggi não consegue patrocínio, que chance tem os outros atletas no Brasil? Eu me pergunto o mesmo todos os dias. E espero por meio dessa campanha criar um movimento no Brasil onde nós, atletas, nos unimos e apoiámos uns aos outros, de maneira democrática, aberta, e com o canal diretamente ligado com a multidão”, afirmou Maurren no site em que foi colocada sua campanha.

Tendo como foco principal os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, a saltadora espera receber apoio pelos próximos 43 dias e oferece diversas opções aos interessados em ajudá-la, com contribuições a partir de dez reais. Contando com diversas formas de pagamento, também é possível receber recompensas pelo valor doado, como camisetas autografadas e a chance de assistir às competições ao lado da atleta.

Sem patrocínio desde janeiro de 2013, Maurren tem como meta arrecadar R$ 100 mil, que servirá “para cobrir os custos e profissionais envolvidos” em seu treinamento. Além do ouro olímpico, a brasileira recordista e tricampeã pan-americana em Winnipeg 1999, Rio 2007 e Guadalajara 2011, e recordista sul-americana da prova dos 100 metros com barreiras e do salto triplo.

As doações podem ser feitas pelo site www.kickante.com.br/campanhas/patrocine-meu-treino-maurren-maggi.

Divulgação
Sem patrocínios desde janeiro de 2013, Maurren Maggi já cogitou se aposentar

Confira algumas declarações de Maurren postada no site da campanha:

Atualmente estou sem patrocínio, diferente dos outros anos que corri atrás de patrocinadores e obtive sucesso, nesse ano de Copa do Mundo os olhos dos patrocinadores estão voltados para o futebol e os outros esportes ficam de lado. Sou uma atleta que nunca se deixou vencer e nunca medi esforços para representar o nosso Brasil e presentear meus compatriotas com medalhas novas medalhas. Quero mais uma vez participar de uma Olímpiada, e desta vez dentro de casa, em 2016, na minha terra natal.

Preciso da contribuição de vocês para me preparar para o próximo desafio da história do atletismo: a Olímpiadas de 2016. A participação de todos aqueles que conhecem meu trabalho, que dão valor aos atletas brasileiros será fundamental para o meu retorno aos treinos e para o sucesso dessa campanha.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade