Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

À espera de Fred, Felipão projeta novidade para o ataque do Brasil

Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Luiz Felipe Scolari pretende complementar a sua relação de convocados para o amistoso contra a África do Sul, em 5 de março, no Soccer City, com três jogadores que atuam no futebol brasileiro – dois atacantes e um goleiro. Um dos homens de frente é Fred, que se recupera de nova lesão no Fluminense, e o outro “pode ser uma novidade”, nas palavras de Felipão.

“Estou vendo o pessoal pesquisar muitos nomes. Busquem alternativas, que vou olhando. Uma dessas pode fechar com a minha. Mas vocês estão errando bastante”, sorriu Felipão, que quer ter dois atacantes de área na Copa do Mundo.

Fred só não será um deles se não estiver bem fisicamente. Na Copa das Confederações, o reserva dele foi Jô, do Atlético-MG, que não chegará a ser uma “novidade” caso ganhe a oportunidade de enfrentar a África do Sul. Antes, o jogador de área em alta com Felipão era Leandro Damião, hoje no Santos, que perdeu espaço justamente em função de uma contusão. O veterano Luis Fabiano, do São Paulo, ainda tem esperanças de disputar o seu segundo Mundial consecutivo.

“Eu realmente gosto de um centroavante com bom posicionamento de área, participativo, que trabalhe bem a bola aérea e cumpra um papel tático importante para a equipe”, disse Felipão, dando algumas dicas sobre o atleta que tem em mente.

AFP
Fred é a primeira opção para Felipão, que faz mistério sobre o seu outro centroavante convocado
Esse atacante seria conhecido já nesta terça-feira se Fred estivesse bem fisicamente. O técnico do Brasil decidiu adiar a convocação dos jogadores que atuam no País em função da contusão do centroavante do Fluminense, que ganhou moral com as suas atuações na Copa das Confederações.

O prazo para Fred, contudo, é maior. “Se eu entender que alguém é importante, vou esperar mais. Se for um jogador da minha total confiança, posso e farei isso. Preciso ter os atletas em quem confio plenamente. Alguns deles possuem características diferenciadas dentro e fora de campo”, afirmou Felipão.

O técnico ainda conta com a amizade com Renato Gaúcho, técnico do Fluminense, e com os médicos da Seleção Brasileira para utilizar Fred no Mundial. “Não se esqueçam de que o nosso departamento médico é competentíssimo. Se ele me falar para ir por determinado caminho, posso seguir, porque é o correto. E o meu relacionamento com o Renato é muito bom há vários anos. Vou ficar em contato com ele, assim como também tenho feito consultas a outros técnicos”, concluiu Luiz Felipe Scolari.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade