Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Ainda sem vencer pelo São Paulo, Souza não se satisfaz com elogios

Helder Júnior São Paulo (SP)

O volante Souza ainda não conquistou nenhuma vitória pelo São Paulo. Estreou com derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta e acumulou empates com Portuguesa (0 a 0), São Bernardo (1 a 1) e Santos (0 a 0). Ainda assim, já passou a colecionar elogios de algumas referências da equipe, como o técnico Muricy Ramalho e o goleiro e capitão Rogério Ceni.

“Fico grato com isso, mas é óbvio que estou incomodado por ainda não ter vencido. Preciso de uma vitória para ter mais tranquilidade para trabalhar”, comentou Souza, que acredita ainda não ser merecedor de confetes. “Não acho que esteja tão bem assim. Tenho conseguido ajudar na medida do possível. Preciso evoluir muito mais.”

Apesar da autocrítica, Souza também conseguiu observar evolução no São Paulo. Para o volante, a igualdade no clássico de domingo, no Morumbi, foi até injusta. “A gente mereceu vencer o Santos, mas não aconteceu. Acho que essa vitória virá na quarta-feira, com todo o respeito ao XV de Piracicaba”, previu, de olho na próxima oportunidade de alcançar um resultado positivo no Campeonato Paulista.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Souza tem se esforçado para conquistar a sua primeira vitória como jogador do São Paulo
Souza acredita que ganhará muito mais elogios quando o São Paulo voltar a somar três pontos no grupo A. “Somos uma equipe grande, e essa situação incomoda todo o mundo. Mas, vencendo no meio de semana, as coisas mudarão. Passarão a ser quatro jogos sem derrotas, e não mais quatro sem vitórias. Dará um alívio grande. Da minha parte, vou trabalhar forte para continuar sendo elogiado não só pelo Muricy, mas também pela torcida e pela direção, que fez um grande esforço para me contratar”, discursou o atleta vindo do Grêmio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade